Ataques financeiros Internet cresceram 15,6% segundo trimestre

Publicado em 23/08/2016 00:53 em Segurança Informática

A firma de segurança informática Kaspersky afirma que os ataques de malware financeiro cresceram 15,6% no segundo trimestre, percentagem de aumento do número de ataques financeiros bloqueados pelos produtos da companhia no período em análise.

Em comunicado, a multinacional de segurança de origem russa indica que bloqueou mais de 1,13 milhões de ataques de malware financeiro.

Indica que os cavalos de Tróia financeiros continuam a ser a ameaça online mais perigosa. Acrescenta que são geralmente enviados por mensagens electrónicas (emails) que, quando conseguem infectar o utilizador, dirigem-no para uma página que imita o portal do banco para tentarem roubar informações pessoais como detalhes da conta e do seu acesso online e aceder a informação dos cartões de crédito.

A companhia russa adianta que os principais meios de ataque financeiro são os cavalos de Tróia e destaca o «Gozi» e «Nymain», que entraram num processo de colaboração.

O «Nymain» foi desenvolvido como um ransomware que bloqueava compuadores e pedia um resgate para os libertar, mas o última versão daquele malware inclui funcionalidades de cavalo de Tróia financeiro utilizando o código fonte Gozi.

O «Gozi» surge em segundo lugar no número de ataques financeiros bloqueados pelo software Kaspersky, numa lista liderada pelo «Zbot», e a versão modificada do «Nymain» ocupa já o sexto lugar.

A Kaspersky revela que o seu software bloqueou no segundo trimestre um total de quase 171,9 milhões de ataques informáticos contra os seus utilizadores, com os ataques a terem origem em 191 países, sendo que mais de quatro quintos (81%) dos ataques vieram de um conjunto de uma dezenas de países, com destaque para os Estados Unidos (35,4% do total), Rússia (10,3%) e Alemanha (8,9%).

Acrescenta que um em cada cinco utilizadores de PC foi vítima de pelo menos um ataque informático de qualquer tipo durante o período em análise.

Ainda sem comentários