Cibercrime ultrapassou crime tradicional no Reino Unido

Publicado em 15/07/2016 00:22 em Segurança Informática

A Agência Nacional de Combate ao Crime (NCA) do Reino Unido divulgou o seu relatório sobre o cibercrime em 2016 onde analisa as mais importantes ameaças às empresas britânicas, revela a companhia de segurança informática Trend Micro.

A Trend Micro salienta que este á o primeiro relatório do género produzido conjuntamente pela NCA e parceiros industriais.

O relatório faz notar que o cibercrime ultrapassou o crime tradicional em termos de impacto e recorda que o instituto de estatística britânico incluiu pela primeira vez a criminalidade informática no seu inquérito de 2015 sobre a criminalidade em Inglaterra e País de Gales.

Os resultados do inquérito estatístico apontam 2,46 milhões de incidentes informáticos e 2,11 milhões de vítimas no ano passado, embora o número de crimes informáticos comunicados às autoridades britânicas não tenha ido além dos 716 mil em 2015.

O relatório da NCA destaca os desafios crescentes postos pelo comprometimento de mensagens electrónicas de negócios, ataques de negação de serviço (DDoS), quebra de dados e ransomware, entre outras ameaças e aponta a necessidade de cooperação entre a indústria e as autoridades para o combate ao crime ter êxito.

Ainda sem comentários