Brasileira Oi anunciou pedido de recuperação judicial

Publicado em 21/06/2016 17:58 em Geral

O operador de telecomunicações brasileiro Oi anunciou que o grupo, que inclui as suas subsidiárias integrais, directas e indirectas, apresentou um pedido de recuperação judicial das empresas Oi no tribunal do Rio de Janeiro.

A antiga Portugal Telecom, SGPS, actualmente Pharol, é a principal accionista da Oi, com cerca de um quarto do capital.

Por sua vez, a Oi detém a Portugal Telecom International Finance, BV, que hoje anunciou o pedido de recuperação judicial do operador brasileiro e é emitente de «Notes» garantidas pela Oi. O que poderão, eventualmente, ser más notícias para alguns investidores portugueses.

Em comunicado enviado ao regulador do mercado de capitais brasileiros, a Oi indica que esteve em negociações com os seus credores para procurar uma reestruturação consensual das suas dívidas mas que, face às ameaças de iminentes penhoras ou bloqueios em processos judiciais, optou pelo pedido de recuperação judicial para preservar a manutenção dos serviços prestados aos seus clientes, preservar o valor das empresas Oi e manter a continuídade do seu negócio.

A Oi indica que não estão previstas alterações na gestão do grupo nem na sua área laboral.

Ainda sem comentários