Google lança Projecto Tango

Publicado em 12/06/2016 23:54 em Destaques

A Google anunciou o Projecto Tango, que traz uma nova abordagem de localização, visualização e compreensão do espaço físico que nos rodeia.

O director de engenharia da Google, Johnny Lee, afirma que a companhia tem estado a trabalhar nos últimos três anos naquele projecto, que terá agora uma nova fase com o primeiro smartphone que suporta o Tango, o PHAB2 Pro, da Lenovo.

Johnny Lee afirma que os smartphones nos ajudam a viajar dentro de um país ou entre países, a partilhar memórias com amigos ou até a identificar a canção que está a tocar no momento, mas até agora não permitem responder a questões como «qual é a saída do edifício mais próxima?» ou «este sofá cabe no meu apartamento?».

Acrescenta que a equipa do projecto Tango tem estado a trabalhar para que os dispositivos móveis consigam compreender os espaços físicos e a deslocação de uma forma mais próxima da que as pessoas vêem.

O projecto, que passará a designar-se apenas Tango, vai ajudar a responder a questões sobre o mundo dos utilizadores através de hardware e aplicações especializadas, sublinha o director da Google.

Adianta que das aplicações mais «fixes» que trabalham com o Tango são as que permitem colocar objectos digitais sobre o que nos rodeia. Um exemplo é quando vamos comprar uma cama ou uma mobília podermos vê-la no nosso quarto em diferentes posições, ou mesmo passear em torno da mobília virtual como se estivéssemos de facto lá.

Com um telefone que disponha de Tango, podemos ter uma loja de brinquedos, o sistema solar ou uma loja de animais no nosso bolso, podemos explorar planetas, defendermo-nos de invasores alienígenas ou ter um cão virtual, com a vantagem de não termos de limpar nada, destaca Lee.

O director da Google indica que no futuro o Tango nos ajudará a andar num centro comercial, a visitar um museu ou um local onde nunca estivemos, pode fornecer a direcção do destino que pretendemos e avisar quando chegarmos.

Indica que esta facilidade foi testada com o Museu Nacional de Arte da Catalunha e até ao fim do ano deverão estar disponíveis online outros locais seleccionados.

«O Tango ajuda-os a explorar o mundo de uma nova forma. Já há muitas aplicações óptimas explorando as novas capacidades e, à medida que o Tango se alargue a mais dispositivos, surgirão mais», conclui Johnny Lee.

Ainda sem comentários