NOS lança UMA, um serviço de televisão «de nova geração»

Publicado em 07/06/2016 16:18 em Destaques

O presidente executivo (CEO) da NOS, Miguel Almeida, anunciou hoje o novo serviço de televisão UMA, que está a ser desenvolvido há dois anos e inclui um conjunto de novas funcionalidades inovadoras.

Na apresentação da UMA, Miguel Almeida considerou que se trata de «um momento marcante no mercado de televisão por subscrição em Portugal», e que representa uma nova geração de televisão desenvolvida pela NOS em conjunto com parceiros nacionais e internacionais.

O serviço da set-top-box ultra HD 4K UMA inclui o reconhecimento de comandos por voz, apresenta novas formas de pesquisa de conteúdos televisivos, pode ser personalizada para cada membro da família e, com a aplicação NOS TV, é multiplataforma, segundo a empresa.

Miguel Almeida considerou que «a UMA materializa a liderança tecnológica da NOS» e observou que os pilares da actividade da companhia são a tecnologia actualizada, o serviço ao cliente e a inovação e que a UMA «cobre os três pilares».

Miguel Almeida sublinhou que no último ano a NOS acresceu em 70 mil a sua base de clientes de televisão, aumentando a distância em relação à concorrência.

André Almeida, administrador da companhia, afirmou que a NOS é líder em Portugal com 3,6 milhões de casas cobertas, nos últimos dois anos chegou com fibra óptica a mais 380 mil casas, tem milhão e meio de clientes de televisão e cobre 80% da população portuguesa com tecnologia móvel de quarta geração (4G).

Recordou que depois do lançamento em 2011 (pela sua antecessora ZON) do serviço Iris, que lançou novas funcionalidades como o «restart TV» ou as gravações automáticas, que depois se generalizaram a outros operadores em Portugal e no estrangeiro, a «NOS lança hoje uma nova geração de televisão que é para lá de inteligente, uma televisão que é para todos mas é única para cada um».

André Almeida sublinhou que a UMA é o primeiro sistema que permite definir um perfil individual para cada pessoa da casa, que possibilita guardar as preferências, os conteúdos que cada um quer ver posteriormente ou retomar os programas que o utilizador deixou a meio, armazenado numa área específica para cada pessoa.

Pedro Bandeira, Director de Desenvolvimento de Produto da NOS, sublinhou que a UMA se diferencia por ser a primeira caixa (set-top-box) do mercado que ouve os utilizadores e reconhece todos os sotaques de Portugal Continental, dos Açores e da Madeira.

Destacou que o novo sistema, que tem por trás «dois anos de trabalho árduo de uma equipa extensa da NOS e empresas parceiras», vai registando as preferências dos utilizadores à medida que interagem com a televisão, permite pedir por voz para apresentar todos os filmes em que entra um determinado actor, tem novo interface de exploração de conteúdos, permite continuar a ver mais tarde programas interrompidos.

Outros comandos são o «Agora na TV», que mostra o que vai dar nos canais que o utilizador costuma ver e o «Mais Vistos», que apresenta os conteúdos mais vistos nos últimos dias pelo universo de utilizadores UMA, adiantou

Pedro Bandeira sublinhou que a UMA se caracteriza por não ter gravador, ser silenciosa e ter o consumo de energia mais baixo do mercado.

Os responsáveis da NOS indicaram que está já disponível um canal em 4K e que durante o campeonato de futebol europeu serão transmitidos oito jogos em 4K, em parceria com a RTP.

A UMA tem preços entre 49,99 euros para o NOS 3 (triple Play, sem voz móvel e com 500 horas de gravação) e 72,50 euros para o NOS 5, com N Play, cartão SIM com chamadas e SMS grátis, roaming na União Europeia, 3 Gigabytes (Gb) de dados incluídos, 25 horas de tráfego da app NOS TV incluídas, 7Gb de Net móvel e 750 horas de gravação.

Os três planos têm Internet a 200 megabits por segundo (Gbps) e telefone fixo com tráfego ilimitado em Portugal e para 50 destinos internacionais.

O plano intermédio, NOS 4, custa 59,99 euros e difere do NOS 5 por não incluir N Play nem Internet móvel e ter apenas 500 horas de gravação.

O NOS 4 e NOS 5 podem incluir mais números de telemóvel com um custo adicional de 10,90 euros por cada cartão SIM.

Ainda sem comentários