Maioria consumidores não confia operadores para guardarem os seus dados

Publicado em 02/03/2016 01:01 em Operadores / Serviços

Mais de sete em cada dez (71%) consumidores não confiam nos seus operadores de rede móvel para manterem os seus dados seguros, um recorde de baixa, segundo uma sondagem encomendada pelo fornecedor de soluções «cloud» Syniverse, que abrangeu mais de 8 mil pessoas em oito países.

Mais de 50% das pessoas inquiridas confiam menos do que confiavam há três anos nos seus operadores para garantirem a segurança dos seus dados, revela o estudo.

A Syniverse adverte que estas conclusões são um grande aviso para os operadores móveis que pretendem aumentar as suas receitas com «big data».

Acrescenta que o êxito dessa estratégia implica que os consumidores aceitem partilhar os seus dados pessoais para obter serviços mais personalizados e ofertas mais relevantes, mas essa convicção está errada, porque os clientes estão longe desse desejo.

A sondagem revela que um quarto dos consumidores não acreditam que os seus dados sejam mantidos privados, um pouco mais de um quinto estão preocupados com o uso que o operador fará desses dados e outros 19% receiam que sejam vendidos a terceiros.

A esmagadora maioria (mais de 94%) expressam receios de partilhar dados pessoais com marcas retalhistas, serviços financeiros e serviços de viagem e alojamento, e dois em cada cinco não querem partilhar dados pessoais básicos com operadores e marcas para melhorar a sua experiência.

Apenas menos de um quinto estão disponíveis para partilhar dados como localização, histórico de navegação Internet ou hábitos de compras.

O estudo considera que os sucessivos comprometimentos, em ataques informáticos, de dados pessoais e bancários fornecidos a grandes empresas de serviços, contribuiu para minar a confiança dos consumidores.

Ainda sem comentários