Vendas de «wearables» cresceram 171,6% em 2015

Vendas de «wearables» cresceram 171,6% em 2015Publicado em 24/02/2016 00:28 em Equipamentos

As vendas de «wearables» cresceram 171,6% no ano passado, para 78,1 milhões de unidades, que compara com 28,8 milhões em, 2014, estima a consultora e analista de mercados IDC.

A consultora indica que as vendas foram impulsionadas pela crescente popularidade dos dispositivos para «fitness» e pelas vendas do Apple Watch.

Ramon Llamas, director da IDC, salienta que o crescimento a três dígitos revela o crescente interesse de fabricantes e consumidores no mercado de «wearables» e mostra que não se dirige apenas a amantes de tecnologias e «early adopters» mas faz já parte do mercado de massas.

Llamas afirma que o que está garantido é a contínua da inovação e desenvolvimento naquele segmento, com os utilizadores a esperarem melhorias futuras em relação aos produtos e aplicações hoje disponíveis.

Jitesh Ubrani, analista sénior da IDC, acrescenta que a moda e o design deverão também desempenhar um papel importante na crescente adopção de «wearables», nomeadamente através do estabelecimento de parcerias com marcas da moda.

A Fitbit lidera as vendas de «wearables» com 21 milhões de dispositivos e uma quota de mercado de 26,9%, seguida da Xiaomi com 12 milhões de dispositivos, que representam 15,4% do mercado.

A Apple, que lidera na área dos «wearables» inteligentes com o seu smart watch, vendeu 11,6 milhões de Apple Watch e garantiu um peso de 14,9% no mercado de «wearables», seguindo-se a Garmin, especialista em soluções de navegação GPS, com 3,3 milhões de «wearables» e uma quota de 4,2%, e em quinto lugar a Samsung, com 3,1 milhões de dispositivos e 4,0% do mercado.

As cinco maiores marcas representam quase três quartos do mercado, com um peso conjunto de 73%.

Ainda sem comentários