5G e IoT em destaque no Mobile World Congress

Publicado em 23/02/2016 23:56 em Geral

Quando as tecnologias de quarta geração móvel (4G) ainda estão a crescer e em consolidação no mercado, a quinta geração móvel (5G) surge como estrela no Congresso das Comunicações Móveis (MWC), a par com a Internet das Coisas (IoT) e o lançamento de novos smartphones.

No MWC, a decorrer em Barcelona, destacam-se na área do 5G as grandes multinacionais de redes de telecomunicações, em particular a Nokia, Ericsson e Huawei, mas também empresas como a Intel, líder no fabrico de microprocessadores.

A Nokia anunciou que uma estação de base da marca disponível comercialmente foi a primeira a correr tecnologia 5G, indicando que isso revela que os operadores podem confiar em que os seus investimentos que fazem hoje em hardware satisfazem necessidades futuras.

A Intel anunciou colaboração com líderes da indústria como a Ericsson ou a Nokia, a LG Electronics e operadores como a Verizon e SK Telecom na área do 5G e o investimento na área do IoT, com soluções de conectividade desenhadas para a Internet das Coisas.

A Qualcomm, fabricante de processadores para dispositivos móveis, anunciou também uma parceria com a Ericsson para investigação na área das tecnologias 5G e para melhorias na área da quarta geração móvel.

A Huawei e o operador histórico alemão Deutsche Telekom apresentaram o que reclamam ser a primeira demonstração de rede 5G E2E do mundo.

A União Europeia e o Brasil assinaram durante o MWC um protocolo de cooperação na área do 5G.

O acordo assinado pelo Comissário Europeu Gunther Oettinger e pelo ministro das Comunicações do Brasil André Figueiredo segue-se a iniciativas de cooperação semelhantes com a Coreia do Sul, Japão e China, indica a newsletter Telecoms.com.

O presidente e CEO da Ericsson, Hans Vestberg, no MWC, defendeu que a disrupção digital vai chegar a todas as indústrias em 2016 e anunciou a cooperação com várias empresas e operadores nas áreas do 5G e da IoT, assim como na «cloud»

Ainda sem comentários