PT e EPAL celebram parceria tecnológica no âmbito das cidades inteligentes

Publicado em 23/02/2016 23:21 em Geral

O operador de telecomunicações PT e a EPAL, do grupo Águas de Portugal, assinaram hoje um memorando de entendimento (MoU) que estabelece uma parceria tecnológica para promover cidades inteligentes («smart cities») mais sustentáveis.

O memorando, assinado pelo presidente executivo da PT Portugal, Paulo Neves, e pelo presidente da EPAL, José Sardinha, visa criar um sistema de gestâo coerente da água e a optimização do ciclo urbano da água, gerando poupanças significativas, utilizando soluções tecnológicas totalmente desenvolvidas em Portugal pela PT e pela EPAL.

José Sardinha destacou que actualmente a EPAL tem em Lisboa perdas de apenas 8% da água que entra na rede de abastecimento da capital, o que a torna uma das mais eficientes do mundo, melhor do que cidades como Madrid, Paris ou Nova Iorque.

O presidente da companhia destacou as soluções tecnológicas desenvolvidas pela EPAL AQUAmatrix, para a gestão comercial do sector e que está já a ser utilizada em Moçambique e Cabo Verde, o sistema WONE, para a gestão da eficiência e redução de perdas de água na rede, e a Waterbeep, pioneira a nível mundial, que permite alertar utilizadores, por SMS ou correio electrónico, para situações de perda e consumo excessivo de água.

Indicou que a EPAL dispõe, também, de uma solução de telemetria para leitura remota dos contadores da água.

José Sardinha destacou que as soluções desenvolvidas permitem que a população seja mais eficiente no consumo de água e observou que as cidades inteligentes, mais do que tecnologia e gestão de grandes volumes de dados, destinam se às pessoas.

O presidente executivo da PT, Paulo Neves, salientou que o grupo Altice prevê lançar soluções noutros sectores para colocar a tecnologia da PT ao serviço das

cidades inteligentes e das pessoas e admitiu que a poupança gerada pela parceria com a EPAL possa ser da ordem dos milhões de euros.

O responsável da PT admitiu que, sendo a Altice um grupo internacional, as soluções desenvolvidas pela PT Portugal passem a fazer parte da carteira de soluções na área das cidades inteligentes comercializadas pelo grupo fora de Portugal.

João Sousa, administrador da PT responsável pela área B2B, considerou que as cidades inteligentes são uma oportunidade para todos os que actuam nesta área e apontou como pilares de actuação da PT neste domínio uma visão integrada, mas que ao mesmo tempo tenha em conta que as cidades são todas diferentes, o que exige uma oferta alinhada com as necessidade e ambições de cada uma

Os pilares de actuação integram a rede e infra-estruturas, plataformas e serviços e aplicações, desenvolvida em articulação com parceiros, de que destacou a Samsung e a Huawei, além da EPAL.

João Sousa salientou que este é um projecto para muitos anos e que muito mais parceiros se seguirão, observando que é preciso trabalhar em conjunto com parceiros e ir de forma integrada para o mercado, com soluções fáceis de executar e de adoptar, que tragam benefícios para as cidades e para as pessoas.

Ainda sem comentários