Smart TV’s vulneráveis

Publicado em 11/01/2016 23:36 em Segurança Informática

As Smart TV com com sistema EZCast ou as baseadas em sistema operativo Android estão vulneráveis a ataques maliciosos, segundo relatórios das empresas de segurança informática Check Point e Trend Micro.

A Check Point adianta que as televisões sem Internet que utilizam o EZCast, um streamer de TV com ligação HDMI para funcionarem como Smart TV, têm uma vulnerabilidade que permite aos cibercriminosos acesso total à rede informática de qualquer utilizador de EZCast e assumirem total controlo sobre todos os dispositivos ligados à rede.

A Check Point estima que 5 milhões de pessoas em todo o mundo têm instalado o EZCast na sua rede WiFi, controlando-o através do computador ou smartphone.

A Check Point alerta para que os piratas informáticos podem através do sistema WiFi aceder facilmente tanto ao EZCast como à rede doméstica, controlar a rede, visualizar informação pessoal e confidencial e infectar os dispositivos domésticos, permitindo lançar ataques remotos e executar malware.

A Trend Micro revelou que as Smart TV com sistema operativo Android, do Google, que correm aplicações Android, podem ser postas em risco por software malicioso de apps.

A Trend Micro diz que a maioria das Smart TV usam versões antigas do Android, anteriores ao Lollipop 5.0, que tal como outros dispositivos Android estão em risco. Mas a companhia adianta que as apps em causa são principalmente usadas em Smart TV ou apps de set-top-box de Smart TV.

Os atacantes começam por atrair os utilizadores de Smart TV a sítios Web com o nome H.TV e levam-nos a instalar apps infectadas com malware, a partir das quais conseguem privilégios no sistema do utilizador.

Com esses privilégios, os cibercriminosos instalam outro malware no sistema informático.

Ainda sem comentários