Uma em cada cinco empresas portuguesas vendeu online

Publicado em 12/12/2015 23:09 em Internet

Uma em cada cinco empresas portuguesas com 10 ou mais trabalhadores realizou vendas por via electrónica, ligeiramente acima dos 19% de média da União Europeia (UE), revela um estudo do Departamento de Estatísticas das Comunidades Europeias (EUROSTAT).

O estudo do incidiu sobre empresas de 12 sectores da indústria e serviços, mas não incluiu o comércio a retalho.

Os dados do EUROSTAT revelam que os países com maior percentagem de empresas do universo considerado que fizeram vendas online no ano passado foram a Irlanda (32%), a Suécia (28%), a Alemanha e a Dinamarca (27%) e a Bélgica (26%).

Na cauda da tabela dos sectores considerados surgem a Grécia (7%), a Roménia (8%) e a Bulgária (9%).

Em média dos 23 países para os quais o EUROSTAT dispõe desses dados, 17% do volume de vendas das empresas que venderam online foi realizado por via electrónica.

Quanto às empresas com 10 ou mais trabalhadores dos mesmos sectores que compraram a fornecedores por via electrónica, a média da UE é de 40% das firmas, percentagem que não vai além de 23% em Portugal.

Compraram por Internet aos seus fornecedores 68% das empresas austríacas do universo considerado, 56% das checas, 54% das alemãs e 51% das finlandesas e britânicas. Os piores resultados voltam a surgir na Grécia (11%), Bulgária (13%) e Roménia (14%).

Em Portugal, destinaram-se ao mercado nacional 19% das vendas online das empresas e sectores abrangidos destinaram-se ao mercado nacional (18% em média da UE), 8% foram para países da UE (igual à média comunitária) e 5% destinaram-se a países terceiros (percentagem idêntica à média dos 28).

Em todos os países a percentagem de vendas online para o mercado Interno foi superior à das destinadas a outros países da UE ou de países extra-comunitários.

Ainda sem comentários