Internautas portugueses passam quase um quarto do dia online

Publicado em 17/11/2015 01:57 em Internet

Os consumidores de Internet portugueses estão online em média 5,93 horas por dia (quase um quarto do tempo de um dia), mais de hora e meia das quais utilizando telemóveis, indica um estudo da Hill+Knowlton Strategies, realizado em parceria com a GlobalWebIndex, que promove um estudo sobre utilização do digital em 34 países.

O estudo revela que, em média, quase um terço do tempo que os portugueses estão online é passado nas redes sociais.

A quase totalidade dos internautas nacionais (97%) tem conta em pelo menos uma rede social. Cada português está inscrito em média em quatro redes sociais mas utiliza activamente uma média de 2,3, sendo o Facebook a mais popular, com mais de 90% dos inquiridos a afirmarem ter uma conta nessa rede, 89% a dizerem que a visitam pelo menos uma vez por mês e quase dois terços a adiantarem que a utilizam activamente.

O estudo revela que o YouTube é a rede social mais utilizada, com 90% dos Internautas nacionais a indicar que a visita pelo menos mensalmente, revelando a importância dos conteúdos vídeo numa altura em que a banda larga está muito generalizada no país.

A sondagem indica que mais de um milhão de portugueses se colocam invisíveis na Internet, utilizando redes privadas virtuais (VPN, na sigla inglesa).

O inquérito revela que cerca de três quartos dos utilizadores de Internet têm um smartphone e mais de metade um tablet.

No entanto, apenas 3% dos portugueses tem um smartwatch (relógio inteligente) e só 2% têm outro tipo de «wearable».

O estudo da Hill+Knowlton Strategies revela que os jovens dos 16 aos 24 anos são os maiores utilizadores de Internet móvel, com uma média de 2,3 horas diárias na rede das redes através de smartphones ou tablets.

O Facebook é a aplicação de conversação por Internet mais utilizada, com 42% dos inquiridos que a usam mensalmente, seguindo-se o Skype (22%) e o WhatsApp (21%), apesar de o Snapchat atrair mais de um terço (35%) dos jovens entre 16 e 19 anos.

O estudo promovido pela Hill+Knowlton Strategies revela que quase metade dos utilizadores portugueses de Internet faz compras online, sendo que 43% usam o computador, 10% telemóveis e 8% tablets. Três quartos dos que compram afirmam que as entregas gratuitas aumentam a disponibilidade para comprarem por Internet.

O inquérito indica que 92% dos portugueses que utilizam Internet têm um computador, 76% um smartphone, 55% um tablet, 42% consola de jogos, 33% um telemóvel tradicional e um quarto do total smart TV (televisão com ligação à Internet).

Os resultados traduzem as respostas de 1558 portugueses utilizadores de Internet, com idades entre os 16 e os 64 anos, inquiridos online nos segundo e terceiro trimestres, com estratificação por idade, sexo e nível de educação.

Ainda sem comentários