Lucros da NOS cresceram 39,8% no III trimestre

Publicado em 05/11/2015 00:43 em Operadores / Serviços

Os lucros do operador de telecomunicações NOS cresceram 39,8% homólogos no terceiro trimestre de 2015 e atingiram 26,2 milhões de euros, anunciou a companhia.

Em comunicado de resultados, a NOS revela que as suas receitas aumentaram 5,8% face ao terceiro trimestre de 2014, fixando-se em 367,9 milhões de euros, dos quais 347,6 milhões de euros relativos a receitas de telecomunicações, um acréscimo homólogo de 4,6%.

O EBITDA (resultados operacionais) subiu para 143,5 milhões de euros, mais 7,5% do que período homólogo.

A NOS indica que o número de clientes móveis aumentou em 163,9 milhares, nomeadamente devido a um aumento forte nos serviços convergentes (televisão, Internet e telefones fixo e móveis) e a uma compra sazonal no período de Verão de cartões de voz e banda larga.

Os clientes convergentes (com vários serviços) aumentaram 45,8 mil no terceiro trimestre, para 555,6 milhares, o que representa 36,5% da base de clientes de televisão por subscrição.

O serviço premium de televisão por subscrição Iris teve um aumento líquido de 41 mil subscritores no terceiro trimestre, atingindo os 825,1 milhares de clientes.

As vendas de bilhetes de cinema atingiram cerca de 2,68 milhões de euros, um crescimento homólogo de 39,1% e o melhor trimestre de sempre da NOS na área da cinematográfica, e as receitas de exibição cinematográfica aumentaram 31,9%, para 16,9 milhões de euros.

A NOS indica que nas grandes contas «corporate» (empresariais) tiveram um aumento, com os RGU (unidades geradoras de receita) empresariais totais a crescerem 17,2%, para 1,22 milhões.

O operador salienta que a receita média por cliente (ARPU) residencial cresceu 10% homólogos no terceiro trimestre, para 42,3 euros.

Na área internacional, a NOS indica que a sua participada ZAP, operador que actua em Angola e Moçambique, se manteve como operador de referência naqueles dois países, e está actualmente empenhada no crescimento da sua base de clientes de fibra óptica.

Ainda sem comentários