Vendas de smartphones 4G maioritárias no segundo trimestre

Publicado em 18/08/2015 00:51 em Geral

A consultora e analista de mercados GfK revelou hoje que 58% dos smartphones vendidos em todo o mundo no segundo trimestre de 2015 tinham tecnologia móvel de quarta geração LTE, mais do dobro dos 26% de trimestre homólogo de 2014.

O relatório da GfK indica que o peso dos smartphones 4G equivale a um acréscimo homólogo de 129% nas unidades vendidas no trimestre passado, com a China a dinamizar esse crescimento.

A GfK assinala que no segundo trimestre de 2015 as receitas mundiais de vendas de smartphones subiram 7%, para 92,4 mil milhões de dólares, e o número de unidades vendidas aumentou 5%, para 302,1 milhões.

O maior crescimento percentual no segundo trimestre em unidades vendidas (24%) registou-se no Médio Oriente e África, para 39,4 milhões, seguindo-se os países emergentes da Ásia/Pacífico (mais 22%), onde foram comprados 44,2 milhões de smartphones, revela a GfK..

A China, com 88,7 milhões de smartphones vendidos no trimestre passado, foi destacadamente o maior mercado de smartphones do mundo, apesar de um declínio de 10%, seguindo-se a América do Norte com 44,4 milhões, um aumento de 10%.

As vendas cresceram 9% na Europa Ocidental, para 30,3 milhões, mas apesar desse aumento o valor dos dispositivos transaccionados caiu 7% homólogos, para 11,7 mil milhões de dólares, devido a um aumento do peso da gama baixa, que representou quase metade do mercado.

A GfK destaca que a América do Norte é um mercado saturado e onde se verificou uma polarização das vendas na gama alta (mais de 500 dólares) e na entrada de gama (até 250 dólares).

Observa que os smartphones de gama alta representaram 43% das unidades vendidas na América do Norte no segundo trimestre (38% um ano antes), e que apenas a América do Norte e a China apresentam um aumento no peso dos dispositivos premium.

Na China, as vendas de smartphones de gama alta cresceram 49%, num mercado em declínio (menos 10% de unidades vendidas, mas o salto na procura de smartphones premium permitiu um acréscimo homólogo de 17% em valor, para 26,8 mil milhões de dólares.

A Índia teve um avanço homólogo de 22% nas vendas de smartphones no segundo trimestre, com três marcas locais a posicionarem-se entre as cinco maiores daquele mercado.

A consultora revela que as vendas mundiais de smartphones com grandes ecrãs (mais de 5 polegadas) representaram 48% das vendas no trimestre passado, com a China a ter o maior peso no mundo de smartphones com grandes ecrãs (63%), seguida pelos países desenvolvidos da Ásia/Pacífico (Japão, Austrália, Hong Kong, Coreia do Sul, Nova Zelândia, Singapura e Taiwan), com 61%.

Para o conjunto do ano 2015, a Gfk espera que sejam vendidos a nível global 1 302 milhões de smartphones (mais 6%), que gerarão receitas de 400,4 mil milhões de dólares, um acréscimo de 5%.

A China deve manter-se este ano como o maior mercado de smartphones a nível mundial, com 371,7 milhões de unidades (menos 5%) mas com 108,7 mil milhões de receitas (mais 10%), seguindo-se a América do Norte com 194,5 milhões de smartphones (mais 10%) num valor de 83,5 mil milhões de dólares (mais 16%).

As vendas na Europa Ocidental deverão crescer 8%, para 138,0 milhões de aparelhos, num valor de 53,2 mil milhões de dólares (menos 5%)

Ainda sem comentários