Receitas da SAP cresceram 21% no primeiro semestre

Publicado em 21/07/2015 23:41 em Empresas

A multinacional alemã SAP, líder mundial em software de gestão para empresas, anunciou hoje que o seu volume de negócios cresceu 21% homólogos no primeiro semestre de 2015, para 9 467 milhões de euros.

Em comunicado de resultados, a SAP revela lucros de 882 milhões de euros, uma queda de 19%, e indica que os resultados operacionais ficaram em 1 339 milhões de euros, um recuo de 3%, em contabilidade IFRS.

A companhia assinala que as receitas de subscrições na nuvem e suporte subiram 129%, para 1 056 milhões de euros, as licenças de software e suporte cresceram 14%, para 6 660 milhões de euros, e a área cloud e software aumentou a facturação em 23%, para 7 715 milhões de euros.

A despesa em investigação e desenvolvimento cresceu 30% no primeiro semestre, atingindo 1 451 milhões de euros.

O número de trabalhadores da multinacional cresceu 10% face à primeira metade do ano passado, aumentando para 74 497.

Bill Mc Dermot, CEO (presidente executivo) da companhia, citado no comunicado, sublinha que o negócio da SAP está a prosperar porque a empresa tem uma visão completa do que é preciso fazer para que a transição para o negócio digital ocorra de forma bastante simplificada.

«Estou confiante em que a nossa estratégia de apresentar uma plataforma, aplicações e redes de negócio é exactamente o que os clientes precisam da SAP», observou.

A SAP refere que o seu desempenho foi sólido na região EMEA – Europa, Médio Oriente e África, com destaque para a Alemanha, França e Reino Unido, a região Américas teve também forte crescimento, a dois dígitos, com um bom desempenho na América do Norte, em particular nos Estados Unidos, e bom comportamento também no Japão e no resto da região Ásia/Pacífico.

Ainda sem comentários