Componentes ópticos deverão valor mil milhões dólares 2015

Publicado em 07/07/2015 01:11 em Geral

As vendas de componentes para redes de telecomunicações em fibra óptica deverão valer em 2015 cerca de mil milhões de dólares (905 milhões de euros), um valor recorde pelo segundo ano consecutivo, prevê a consultora e analista de mercados Ovum.

No ano passado as vendas atingiram 953 milhões de dólares (863 milhões de euros), também um máximo de sempre.

Julie Kunstler, analista principal da Ovum e autora do relatório, sublinha que numerosos factores positivos estão a dinamizar a despesa em componentes ópticos para FTTx (fibra até casa, até ao edifício ou até ao nó) para novos níveis, incluindo as redes de fibra até casa (FTTH) em construção pela China Mobile, China Telecom e China Unicom.

Sustentam também a tendência positiva o forte crescimento de redes FTTx na América do Norte, incluindo o plano de expansão da fibra óptica da Google e os planos de outros operadores de telecomunicações norte-americanos, na América Latina, no Médio Oriente e em África.

Destaque para as perspectivas de forte aumento da instalação de redes PON (passive optical networks) de nova geração na Índia, Brasil e Indonésia, com soluções FTTx.

O maior risco de revisão em baixa das previsões vem da eventualidade de um abrandamento na implementação de soluções FTTx pelos três grandes operadores da China, o maior consumidor mundial daqueles componentes, indica Julie Kunstler.

No entanto, admite que a entrada de novos operadores chineses no mercado pressiona os operadores tradicionais a modernizarem as suas redes e oferecerem novos serviços.

Julie Kunstler sublinha que as perspectivas de crescimento beneficiam os fabricantes japoneses de componentes ópoticos como lentes e lasers

Ainda sem comentários