Administração da Bouygues rejeitou oferta da Altice

Publicado em 24/06/2015 22:18 em Geral

A administração da Bouygues reuniu-se para apreciar a oferta de compra do operador francês pelo grupo Altice e decidiu por unanimidade recusar aquela oferta, revelou a newsletter Telecoms.com.

A administração da Bouygues teve em conta a actual conjuntura do sector das telecomunicações e as tendências e desafios actuais e defendeu que a companhia que dirige está bem posicionada para lhes responder tendo em conta a carteira de frequências de que dispõe, a sua rede móvel de quarta geração e as suas ofertas de banda larga fixa.

Observa que a Bouygues tem uma posição financeira forte e caminha na direcção certa.

A administração do operador francês afirma que a Altice não deu respostas suficientes para as preocupações que lhe foram apresentadas e acrescenta que não pensa que a Altice, representada pela sua filial Numericable SFR, tenha tido em consideração o iminente leilão de espectro nos 700 MegaHertz (MHz) em França.

Ao mesmo tempo, a gestão da Bouygues expressou reservas em relação aos potenciais riscos sociais da compra da empresa pela Altice, nomeadamente para os seus trabalhadores e clientes.

O grupo Bouygues sempre se preocupou em escrever uma história industrial de criação de valor no longo prazo com os seus trabalhadores e fornecedores e com o interesse dos seus clientes, declara a administração da companhia.

Considerou, também, que o montante oferecido pela Altice era demasiado baixo. O valor da oferta não foi divulgado mas surgiram informações a público de que andaria em torno dos 10 mil milhões de euros.

A Bouygues é um dos ramos de um grupo industrial familiar pelo que não existe pressão accionista para vender.

Ainda sem comentários