Orange anunciou novo plano estratégico até 2020

Publicado em 28/04/2015 00:24 em Operadores / Serviços

A Orange apresentou o seu novo plano estratégico até 2020, denominado «Essentials 2020», focado nos clientes e na eficiência do operador.

Numa apresentação hoje promovida em Lisboa pela filial do grupo do operador histórico francês, a Orange (ex France Telecom) indica que este plano a cinco anos está centrado em oferecer maior conectividade, reinventar o relacionamento com o cliente, acompanhar a transformação dos clientes empresariais e afirmar-se como empresa digital e eficiente.

Em apresentação à imprensa a cargo de Sébastien Crozier, CEO da Orange Horizons, e Romeo Machado, director-geral em Portugal, os responsáveis da companhia assinalaram que o novo plano estratégico se segue ao plano «Conquistas 2015», lançado em 2010 e que «permitiu ao grupo superar as perturbações de mercado», com escolhas estratégicas claras e uma gestão rigorosa.

Anunciaram que no âmbito do novo plano estratégico e na área da conectividade, a empresa propõe-se investir nas suas redes mais de 15 mil milhões de euros entre 2015 e 2018 e triplicar a velocidade média de transmissão de dados em comparação com a oferecida em 2014, tanto nas redes fixas como móveis.

No relacionamento com os clientes, os responsáveis da Orange indicam que o objectivo é dar uma resposta personalizada e eficaz aos desejos dos clientes, antecipando as suas necessidades.

No plano interno, o operador francês pretende que, até ao fim do plano estratégico (2020), nove em cada 10 dos seus trabalhadores «possam recomendar a Orange como um bom empregador».

No âmbito do apoio às empresas, a companhia afirma que quer ser «um parceiro de confiança para a transformação digital das empresas».

Os responsáveis da companhia afirmaram que a «Orange Business Services» irá «adaptar-se à crescente procura de serviços de tecnologia integrada e conectividade», tendo como objectivo aumentar em 10 pontos percentuais até 2020 a participação dos serviços de tecnologia nas receitas totais do grupo.

Os responsáveis de Orange apresentaram hoje dois novos serviços.

O Orange Holiday, destinado a quem vai viajar para o estrangeiro, por um preço de 42 euros, oferece um cartão SIM (com validade de 14 dias) utilizável em vários destinos europeus e que inclui 2 horas de chamadas para telefones móveis e fixos de todo o mundo, mil SMS, 1 gigabyte de dados e acesso ilimitado aos 4 milhões de pontos de acesso Wi-Fi da Orange em França.

O Orange Top-Up permite a partir de um conjunto de quatro dezenas de países, entre os quais Portugal, carregar por Internet dinheiro em telemóveis de familiares ou amigos (ou empregados) que se encontrem em 113 países, disponível para quase quatro centenas de operadores.

O grupo Orange registou um volume de negócios de 39 mil milhões de euros em 2014 e empregava no fim do ano passado 156 mil trabalhadores, 99 400 dos quais em França.

Indica que está presente em 29 países e tinha no fim do ano passado 244 milhões de clientes, dos quais 185 milhões de serviços móveis.

Ainda sem comentários