Dois terços lojas online nacionais revelaram aumento vendas IV Trimestre

Publicado em 22/04/2015 23:53 em Internet

Cerca de dois terços (66%) das lojas online portuguesas revelaram ter registado um aumento homólogo de vendas no último trimestre do ano passado e 71% indicaram um acréscimo no número de clientes, segundo o barómetro ACEPI/Netsonda.

O estudo, realizado online em Fevereiro/Março pela Netsonda e ACEPI – Associação da Economia Digital junto de mais de quatro dezenas de associados da ACEPI, de sectores como a banca, comércio, turismo ou construção, adianta que quase um quarto (24%) dos sítios Internet atingiu um volume de negócios superior a 1 milhão de euros.

Cerca de 95% dos sítios inquiridos revelaram ter feito promoções no quarto trimestre, uma percentagem superior à de períodos homólogos de 2012 e de 2013.

Mais de metade (55%) dos sítios de comércio electrónico indicaram ter aumentado no quarto trimestre, comparando com igual período do ano anterior, o seu investimento e 53% indicaram que entre 1 e 10% das suas vendas foram realizadas com recurso a dispositivos móveis.

As empresas do segmento B2C (vendas a consumidores) esperam um aumento de vendas no segundo trimestre de 2015.

Os locais preferidos pelas lojas online para promoverem o seu negócio continuam a ser as redes sociais (indicadas por 87%) e a publicidade online (apontada por 82%).

Os meios de pagamento mais utilizados nas lojas Internet são o pagamento por Multibanco e os cartões de débito e de crédito.

Os produtos mais vendidos pelas lojas Internet são os telemóveis e os produtos de electrónica, com 26% cada, seguindo-se com 24% as categorias de bebés e brinquedos, de casa, arte e decoração e de Informática.

A ACEPI prevê que em 2017 o comércio electrónico gere um volume de vendas de 4 mil milhões de euros, o equivalente a 2,5% do PIB, indica o presidente da Associação da Economia Digital, Alexandre Nilo Fonseca.

Ainda sem comentários