Grupo IPM com crescimento de 21,5% em 2014

Publicado em 22/04/2015 22:32 em Geral

O volume de negócios do grupo espanhol IPM, distribuidor e integrador de soluções de tecnologias de informação (TI), registou no ano passado um crescimento de 21,5%, para 69,6 milhões de euros, revelou o seu presidente e CEO, Josep Dueso.

Em conferência de imprensa da Totalstor, a filial portuguesa do grupo, Josep Dueso e Nuno Marques, director-geral em Portugal, indicaram que o grupo espera um aumento de 15% da sua facturação em 2015, que deverá ser idêntico para a filial portuguesa.

Indicaram que o grupo está no mercado de TI há mais de 34 anos e presente em Portugal desde 1992, inicialmente com a denominação EMC Portugal.

Josep Dueso assinalou que o grupo sempre vendeu e implementou soluções tecnológicas com a preocupação de inovar e levar para o mercado tecnologia de última geração.

Observou que a partir de 2012 as áreas de actuação da companhia entraram em declínio e o grupo IPM definiu um novo plano estratégico, que passou pela aposta em novas áreas como a computação na nuvem, serviços geridos («managed services») e «outsourcing» (subcontratação de serviços).

Josep Dueso e Nuno Marques salientaram que a nova abordagem estratégica permitiu acelerar o crescimento do negócio do grupo IPM, que entre 2011 e 2012 cresceu apenas 4% e entre 2012 e 2014 registou um aumento de facturação de 42% (21,5% entre 2013 e 2014).

Nuno Marques indicou que a Totalstor manteve estável em 2014 a sua facturação, que representou 18,53% do volume total de receitas do grupo.

Os dois responsáveis indicaram que a nova estratégia do grupo permitiu entrar em mercados com maior diferenciação onde não estava presente, indicando que na computação na nuvem fornece serviços à medida dos clientes, focados nas necessidades de cada cliente.

O grupo IPM, que emprega 140 trabalhadores, 27 dos quais em Portugal, introduziu na península ibérica as soluções da EMC² e, embora implementando soluções multifornecedor, está muito focado nas tecnologias da EMC², Cisco e VMware, acrescentaram.

Josep Dueso e Nuno Marques indicaram que o grupo faz implementações de soluções de TI e dá suporte em Espanha e Portugal, mas tem feito implementações de tecnologia nos Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra, Holanda, Brasil e outros países das América Latina, Angola, Moçambique e Turquia.

Ainda sem comentários