Advantis apresentou aplicação inovadora GIS4U

Publicado em 15/04/2015 00:52 em Destaques

A tecnológica portuguesa Advantis apresentou hoje a aplicação GIS4U (gis for you), uma solução de informação geográfica desenvolvida totalmente por competência nacional.

Em encontro com a imprensa, Armindo Alcéu, director-geral da empresa, Carlos Nunes, gestor do projecto, e João Vila Luz, director da Advantis, revelaram que o GIS4U representou um investimento de 450 mil euros e foi desenvolvido entre 2012 e 2014 com apoio do Quadro Referência Estratégico Nacional (QREN) por uma equipa de mais de uma dezena de portugueses, com apoio da Universidade Nova.

Observaram que o projecto foi totalmente desenvolvido em código aberto, pelo que o GIS4U não depende do licenciamento de qualquer software adicional.

Os responsáveis da Advantis assinalaram que a aplicação funciona sobre uma plataforma Web que permite aumentar o conhecimento sobre o território em diversas vertentes e pode ter aplicações tão diversas como saber a evolução do consumo de electricidade com iluminação pública concelho a conselho ou, partindo de um conjunto de dados sobre uma empresa, definir qual a melhor localização para o seu negócio.

Os responsáveis da empresa indicaram que o modelo é uma plataforma Web onde os utilizadores podem criar o seu ambiente customizado, importar dados, definir dinamicamente os seus atributos, criar filtros, criar indicadores próprios e visualizar informação em Excel ou graficamente sobre o mapa do país.

O portal tem carregada informação importada de diversas bases de dados, como o INE, Eurostat, Pordata, ACAP, Universidades, Instituto de Emprego e outras fontes, e pode ser complementada com informação que cada utilizador importe de bases de dados.

Os utilizadores podem carregar dados em ficheiros Excel com um mínimo de três colunas (tipo de unidade territorial, nome da unidade e valores de uma variável) podendo ter um número não limitado de colunas com valores de diversas variáveis.

Os responsáveis da Advantis assinalaram que a grande mais valia do GIS4U é que permite ao utilizador importar e carregar dados de qualquer fonte de informação que tenha disponível, fazer cruzamento de dados e, no limite, ter um portal próprio assente na plataforma.

Destacaram que a aplicação pode funcionar ao nível de regiões ou de concelhos, mas também ter desagregações por código postal ou quarteirão, e permite escolher a cartografia que se quer utilizar.

Admite a visualização de informação disponível em servidores externos, como por exemplo do servidor da NASA na Universidade norte-americana de Columbia, e associá-los à aplicação.

Os clientes, mediante pagamento de uma tarifa mensal, podem utilizar a plataforma Web, mas o software pode ser vendido a grandes organizações para alojarem a plataforma nos seus servidores, com contratos de manutenção, ou ficar residente nos servidores da organização mediante pagamento de uma mensalidade.

Armindo Alcéu, João Vila Luz e Carlos Nunes destacaram o carácter inovador do GIS4U, que não tem concorrência em Portugal e que, mesmo a nível internacional, não tem aplicações concorrentes com um conjunto de funcionalidades tão alargado e integrado e com a mesma flexibilidade.

Criada em 2000, a Advantis emprega quatro dezenas de trabalhadores altamente qualificados e tem clientes nas áreas da administração pública, banca, seguros, saúde e serviços.

Ainda sem comentários