XP não morreu, garante Trend Micro

Publicado em 12/04/2015 00:04 em Software

O Windows XP não morreu e um ano depois de a Microsoft ter cessado o suporte àquele sistema operativo, este ainda detém uma significativa quota de mercado, indica a empresa de segurança informática Trend Micro.

A Trend Micro revela que enquanto a Net Market Share dá ao Windows XP uma quota de 17% nos sistemas operativos, o governo dos Estados Unidos estima que seja superior a 5% e a StatCounter situa o XP numa quota de mercado intermédia, de mais de 11%.

Um dos de maior êxito e mais emblemáticos sistemas operativos da Microsoft, o XP estará provavelmente presente em mais de um décimo dos computadores, apesar de a Microsoft ter aconselhado a sua substituição por um sistema operativo recente depois de ter deixado de lhe dar suporte, não distribuindo novas actualizações de segurança desde há um ano.

A Trend Micro recorda que também o suporte da Microsoft ao sistema operativo empresarial Windows Server 2003 cessará em Julho próximo, sublinhando que uma sondagem a profissionais de tecnologias da informação (TI) indica que 61% das organizações ainda têm pelo menos uma instância do Server 2003 a correr e só 15% disse que as suas organizações tinham migrado completamente para sistemas operativos mais actuais.

No entanto, 85% dos inquiridos preocupam-se com o risco de manter o Server 2003 após o fim do suporte.

A Trend Micro recomenda fortemente que as organizações que têm o Windows Server 2003 ou o Windows XP façam a actualização dos seus sistemas operativos, mas aconselha os que ainda não o fizeram a instalar o EMET – Enhanced Mitigation Experience Toolkit, uma ferramenta gratuita da Microsoft para proteger os sistemas contra novas ameaças desconhecidas.

Para além disso, a companhia afirma que as suas soluções de segurança continuarão a proteger os utilizadores do Windows XP até 2016 ou 2020.

Ainda sem comentários