Receitas da Sonaecom cresceram 8,1% em 2014

Publicado em 07/03/2015 23:34 em Geral

O volume de negócios consolidado da Sonaecom cresceu 8,1% no ano passado, para 122,3 milhões de euros, anunciou sexta-feira a sub-holding do grupo Sonae.

Em comunicado de resultados, a Sonaecom indica que os lucros da companhia caíram 64,2%, para 27,1 milhões de euros.

A administração vai propor à Assembleia Geral a distribuição de dividendos de 4,5 cêntimos por acção.

A Sonaecom detém uma participação de 50% na ZOPT, SGPS, que controla o operador de telecomunicações NOS, com 50,01% do capital, e possui uma participação directa de 2,14% no capital da NOS, além de deter a totalidade do capital de quatro empresas de tecnologias de informação (TI) e do jornal Público.

A área de Software e Sistemas de Informação (SSI), que integra as empresas de TI, registou uma redução de receitas de 14,8% no ano passado, para 110,9 milhões de euros, com o peso das vendas de equipamentos a aumentar de 24,3% em 2013 para 27,3% em 2014, revela a companhia.

As receitas internacionais atingiram no quarto trimestre 55% do volume de negócios da SSI.

Em 2014 a Sonaecom vendeu a Mainroad à NOS e adquiriu 60% do capital da empresa espanhola especialista em segurança informática S21Sec.

A sub-holding do grupo Sonae indicou que a WeDo Technologies, líder mundial em garantia de receitas («revenue assurance») empresariais, com forte presença no sector de telecomunicações, teve no ano passado praticamente três quartos (74,8%) das suas receitas geradas pela actividade internacional.

Tem como clientes 190 operadores de telecomunicações e grandes empresas dos sectores retalhista, da energia, da saúde e financeiro, operando em 90 países.

A Saphety, especialista em soluções de optimização de processos de negócio e sincronização de dados, conta com 8 100 cientes e 100 mil utilizadores e viu o seu negócio internacional crescer 20% e elevar para um quarto o peso nas receitas totais, precisa a Sonaecom.

Acrescenta que a Bizdirect, cujas receitas cresceram 20,2%, entregou no ano passado os primeiros projectos do seu centro de competências em CRM (gestão de relações com clientes) e ECM (gestão de conteúdos empresariais), com foco no mercado internacional e situado em Viseu.

O número de trabalhadores da área SSI elevou-se a 851 no fim de 2014, mais 44,5% do que um ano antes.

Ainda sem comentários