IDC diz que Android e iOS dominam mercado dos smartphones

IDC diz que Android e iOS dominam mercado dos smartphonesPublicado em 27/02/2015 01:43 em Indústria

A consultora e analista de mercados IDC afirma que os sistemas operativos Android e iOS dominaram completamente o mercado mundial de smartphones no ano passado, com quotas que somadas atingiram os 96,3%.

O relatório da IDC adianta que a quota de mercado do Android subiu para 81,5% mais 2,8 pontos percentuais (pp) do que em 2013, com quase 1,06 mil milhões de smartphones vendidos, enquanto o iOS colocou um recorde 192,7 milhões de iPhones, mas apesar disso o seu peso no mercado recuou 0,3 pp, para 14,8%.

O Windows Phone, apesar de um aumento de vendas de 4,2%, para 34,9 milhões de smartphones, viu a sua quota recuar 0,6 pontos percentuais, para apenas 2,7%, enquanto o sistema operativo Blackberry se afundava completamente, passando de um peso de 1,9% do mercado em 2013 para 0,4% no ano passado.

A IDC estima que em 2014 foram vendidos 1,3 mil milhões de smartphones, um aumento homólogo de 27,7%.

Melissa Chau, researcher sénior da IDC, sublinha que nem o Windows Phone nem outros sistemas operativos móveis realizaram os ganhos indispensáveis para desafiarem os dois grandes do mercado mundial de smartphones.

Melissa Chau destaca, contudo que a Microsoft está a lançar no mercado os Lumia mais baratos de sempre para competir nos smartphones de gama mais baixa e o sistema operativo de código aberto Tizen foi finalmente lançado no início de 2015 na Índia.

A consultora assinala que a Samsung manteve a liderança em número de telefones vendidos mas com as vendas a estagnarem e foram outros fabricantes asiáticos como os chineses Huawei, Lenovo, Xiaomi e ZTE e a sul coreana LG que dinamizaram as vendas de telefones Android.

No quarto trimestre de 2014, os dois líderes continuaram a somar 96,3% do mercado de smartphones, mas com a quota do sistema operativo Android a recuar 1,6 pp, para 76,6% e a do iOS a crescer 2,2 pp, para 19,7%. A quota do Windows Phone baixou 0,2 pp, para 2,8%.

Ainda sem comentários