Vendas telemóveis caíram Europa Ocidental, de smartphones subiram

Vendas telemóveis caíram Europa Ocidental, de smartphones subiramPublicado em 20/02/2015 02:01 em Equipamentos

As vendas totais de telemóveis caíram 5,2% em 2014 na Europa Ocidental, para 174,1 milhões de unidades, mas as de smartphones ainda cresceram 6,4%, para um recorde de 145,8 milhões de equipamentos, estima a consultora IDC.

Aquela analista de mercados salienta que o mercado de telemóveis na Europa Ocidental dá claros sinais de saturação, com as vendas de telefones tradicionais a caírem 39%, para 28,4 milhões de unidades, representando 16% do total em número e 2,2% em valor (1,4 mil milhões de dólares).

A IDC salienta que os smartphones representaram no ano passado 84% dos telefones móveis vendidos na Europa Ocidental e uma facturação de 62,4 mil milhões de dólares.

A Samsung, apesar de uma queda de 21% nas vendas de telemóveis em 2014 e de uma descida de quota de mercado para 35,3% (61,4 milhões de unidades), manteve a liderança do mercado da Europa Ocidental, seguida da Apple, cujas vendas subiram 14,9%, para 30,9 milhões de iPhones e uma quota de 17,7%, adianta a consultora.

As vendas da Nokia/Microsoft caíram 23,9%, para 19,7 milhões, e a quota de mercado baixou para 11,3%, enquanto as vendas da Sony subiram 2,7%, para 15,2 milhões de telemóveis e as da LG cresceram 7,4%, para 8,7 milhões.

Relativamente aos smartphones, as vendas da Samsung baixaram 12,5% na Europa Ocidental em 2014, para 51,0 milhões (35% de quota), a Apple conseguiu 21,2% do mercado, com 30,9 milhões de iPhones vendidos (mais 14,9%) e a Sony posicionou se em terceiro lugar, com 15,2 milhões de unidades (mais 2,7%) e uma quota de 10,4%, indica a IDC.

A Nokia Microsoft foi a marca que mais cresceu nos smartphones, com um aumento de 31,6%, para 10 milhões de unidades, ficando a quota em 6,9%, e conseguiu ultrapassar a LG que, apesar de um aumento de 11,7%, ficou com 5,9% de quota, correspondente a 8,6 milhões de equipamentos transaccionados.

O sistema operativo Android foi o mais vendido no ano passado na Europa Ocidental, equipando 103,8 milhões de smartphones (mais 7%) e reforçou ligeiramente a quota de mercado, para 71,2%, segundo a IDC.

O iOS, da Apple, vendeu 30,9 milhões de iPhones (mais 14,9%) e ficou com uma quota de 21,2%, enquanto o Windows Phone cresceu 20,7%, para 9,9 milhões de smartphones, ficando com 6,8% do mercado.

O grande perdedor foi o Blackberry, que vendeu apenas 1 milhão de smartphones, menos de um quarto das vendas de 2013, e baixou a sua quota para 0,7%, pouco mais de um quinto da registada um ano antes, de acordo com a consultora.

Ainda sem comentários