Quase um terço dos portugueses nunca utilizou Internet

Publicado em 28/01/2015 00:40 em Internet

Quase um terço (30%) dos portugueses entre 16 e 74 anos nunca tinha utilizado a Internet em 2014, muito acima dos 18% de média da UE, indica um relatório do Departamento de Estatísticas das Comunidades Europeias (Eurostat).

Portugal tem o quinto pior indicador da União Europeia (UE), depois da Roménia, onde 39% nunca usou a Internet, da Bulgária (37%), da Grécia (33%) e da Itália (32%).

Na Dinamarca 97% dos residentes na faixa etária dos 16 aos 74 anos já usaram a Internet e apenas 3% nunca o fizeram, no Luxemburgo 96% já navegaram na Net, na Holanda 95% e na Finlândia, Suécia a Reino Unido a percentagem é de 94%, com apenas 6% que nunca utilizaram.

Na UE, quase dois terços (65%) das pessoas utilizam a Internet diariamente ou quase todos os dias, mas em Portugal apenas pouco mais de metade (51%), o que coloca o país no quarto pior lugar, a par da Polónia. Pior só a Roménia (32%), Bulgária (46%) e Grécia (49%).

No Luxemburgo, 87% dos residentes utilizam regularmente a Internet, na Dinamarca 85%, na Holanda 84%, na Suécia 83% e na Finlândia e no Reino Unido 81%.

Em 2006 havia 43% de cidadãos dos 28 actuais membros da UE que nunca tinham usado a Internet (60% em Portugal) e só 31% usavam regularmente a Internet (apenas 22% dos portugueses).

Quanto à percentagem de pessoas que guardam informação na nuvem («cloud»), mais de um quinto (21%) dos cidadãos da UE fazem-no, percentagem que sobe para 35% na faixa etária dos 16 aos 24 anos.

Portugal surge na segunda metade da tabela com 16% de utilizadores da nuvem, mas entre os jovens com menos de 25 anos está acima da média da UE, com 39%.

Os principais motivos invocados pelos cidadãos da União Europeia que usam a «cloud» para recorrerem ao armazenamento de informação na nuvem são a possibilidade de usarem a informação em qualquer local e com qualquer equipamento (59% de respostas), fácil partilha de ficheiros com outras pessoas (59%), evitar a perda de dados (55%) e terem um maior espaço de armazenamento disponível (44%).

Ainda sem comentários