Mil ataques únicos a Mac OS X até fim de Agosto

Publicado em 12/10/2014 00:35 em Segurança Informática

A firma de segurança informática Kaspersky afirma que nos dois primeiros quadrimestres de 2014 se verificaram quase mil ataques únicos a computadores da Apple com o sistema operativo Mac OS X.

Em comunicado, a companhia de origem russa adianta que as principais vítimas daqueles ataques são os utilizadores dos Estados Unidos e Alemanha, seguidos dos britânicos, canadianos, espanhóis, itaianos e australianos.

O malware mais frequente é o «backdoor» (malware que consegue acesso remoto ao computador, sistema ou rede infectada) Calime, que rouba os dados dos utilizadores.

A Kaspersky indica que a possibilidade de um programa malicioso infectar um dispositivo com sistema operativo Mac OS X é de 3% e afirma que tem nos seus registos 1800 amostras de ficheiros maliciosos visando aquele sistema operativo da Apple.

A empresa de segurança destaca também o «backdoor» Laoshu, que surge assinado com um certificado e que faz capturas de ecrã a cada minuto, e o Ventir, que inclui funções de controlo remoto e registo das teclas premidas pelo utilizador.

Para manter a segurança num Mac, a Kaspersky aconselha os utilizadores a criarem uma conta sem privilégios de administrador para as actividades quotidianas, a usarem um navegador que ofereça um sistema de isolamento de processo, a desinstalarem a versão autónoma do Adobe Flash Player e do Java, o download regular das actualizações disponíveis, a desactivarem o IPv6 e Bluetooth sempre que não forem necessários, a activarem a encriptação de disco completa, a manterem sempre a última versão do Adobe Reader e a terem um software de segurança activo.

Ainda sem comentários