APRITEL quer que ANACOM regule com urgência acesso a RNG

Publicado em 22/09/2010 00:01 em Operadores / Serviços

A APRITEL – Associação dos Operadores de Telecomunicações congratulou-se com a recomendação da Comissão Europeia sobre acesso a redes de nova geração (RNG), em fibra óptica,

Aquela associação reclama agora que a Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) «aplique e adapte o quadro regulatório do sector em Portugal, com a máxima celeridade, em linha com as orientações patentes nesta recomendação».

Em comunicado, a APRITEL considera que a recomendação da CE, «ainda que tardia, vem ao encontro a várias das posições que esta Associação tem vindo, consistentemente, a defender desde 2008».

Para a APRITEL, a aplicação da recomendação da Comissão Europeia é «um factor crítico para o sucesso da banda larga em Portugal».

A APRITEL defende que as linhas orientadores apresentadas pela Anacom no início de 2009, para a regulação das Redes de Nova Geração, não são postas em causa pela Recomendação da CE, o que cria condições para que rapidamente concretize essas orientações.

Ainda sem comentários