Accionistas da PT aprovaram proposta fusão com Oi

Publicado em 09/09/2014 00:17 em Destaques

A Assembleia Geral da Portugal Telecom, SGPS aprovou hoje, 8 de Setembro, a proposta do Conselho de Administração para a fusão com a Oi e ainda hoje foram assinados pelas duas partes os acordos que executam o Memorando de Entendimento (MoU) de 16 de Julho, anunciou a companhia.

Em comunicado publicado no sítio Internet da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a PT recorda que a proposta visava a prossecução da execução da combinação de negócios, entre a PT e a Oi, «com as devidas adaptações face ao inicialmente anunciado».

Tais adaptações decorreram do conhecimento das aplicações financeiras de quase 900 milhões de euros da PT na RioForte, holding do grupo Espírito Santo (GES) colocada sob protecção dos credores e que na data limite não reembolsou o capital investido pela PT.

Em consequência da revisão do acordo, a parte dos accionistas da PT na empresa resultante da fusão baixou, para já, de cerca de 38% para cerca de 25% do capital da Corpcom e, embora possa haver um aumento dessa participação se a empresa conseguir reaver nos próximos seis anos o capital investido na RioForte, no todo ou em parte, nada garante que isso se verifique dentro do prazo estabelecido.

O comunicado precisa que esteve presente 46% do capital social com direito a voto e a proposta foi aprovada com 98,25% dos votos.

Ainda sem comentários