Receitas e lucros da Novabase caíram no primeiro semestre

Publicado em 02/08/2014 00:13 em Geral

O volume de negócios da Novabase caiu 6,9% no primeiro semestre de 2014, para 105,9 milhões de euros, e os lucros baixaram 45,4%, para 1,9 milhões de euros, anunciou a tecnológica portuguesa.

Em comunicado de resultados, a Novabase indica que o primeiro semestre de 2014 foi marcado por um significativo aumento da actividade internacional nas operações continuadas mas que se verificou uma contracção relevante no mercado português.

Explica que a redução de 6,9% nas receitas está relacionada com a alienação da área de Digital TV/SIP, ainda em 2013, e que, sem o efeito dessa venda, o negócio internacional cresceu 38,3% e passou a representar 36,3% da facturação total (mais 4 pontos percentuais do que na primeira metade de 2013), excedendo o objectivo de um peso de 35% no ano de 2014.

A companhia indica que no primeiro semestre a Novabase Angola inaugurou um novo centro logístico e a Celfocus, participada da Novabase, abriu um centro de criação e desenvolvimento de soluções no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto.

O CEO da Novabase, Luís Paulo Salvado, citado no comunicado, sublinha que o negócio doméstico sofreu uma contracção de 12% e manteve uma elevada pressão nas margens de negócio, com impacto relevante no resultado líquido.

Luís Salvado não prevê alterações significativas no mercado no segundo semestre e perspectiva a manutenção do actual contexto adverso em Portugal, mais difícil do que tinha sido antecipado.

No primeiro semestre de 2014 o número de trabalhadores do grupo aumentou 6,1%, para uma média de 2 293, dos quais 2 109 em Portugal, mais 21 do que um ano antes, e 184 no estrangeiro (mais 11).

Ainda sem comentários