Oi demarca-se de investimentos da PT na Rio Forte

Publicado em 04/07/2014 01:15 em Destaques

O operador de telecomunicações brasileiro Oi, em processo de fusão com a PT em que ficará com a maioria do capital, declarou que não foi informada nem participou nas decisões da PT na aplicação de recursos na Rio Forte e que já solicitou esclarecimentos adicionais à Portugal Telecom.

A Rio Forte é a sociedade de investimentos do Grupo Espírito Santo vocacionada para administrar activos não financeiros.

Em informação à Comissão de mercado mobiliário brasileira, a Oi informa que teve conhecimento do comunicado divulgado pela PT e através de «matérias jornalísticas divulgadas» da aplicação de recursos financeiros de 897 milhões de euros da Portugal Telecom em papel comercial da Rio Forte Investments, sociedade integrante do Grupo Espírito Santo (GES).

Adianta que as aplicações em questão «foram realizadas anteriormente à subscrição e integralização do capital da Oi pela Portugal Telecom».

A Oi indica que analisará as informações que receber da PT e «tomará as medidas necessárias à defesa dos seus interesses, mantendo os seus accionistas e o mercado informados sobre as evoluções acerca do assunto».

Ainda sem comentários