TP-Link abre escritório em Portugal

TP-Link abre escritório em PortugalPublicado em 24/06/2014 22:43 em Equipamentos

A TP-Link anunciou hoje que abriu um escritório em Portugal e apresentou um conjunto de novos dispositivos de rede da sua marca, concebidos a pensar no standard Wi-Fi de próxima geração, segundo os seus responsáveis.

Paulo Barreira, director comercial da companhia em Portugal, anunciou que a multinacional chinesa líder em tecnologia WLAN (redes locais sem fios) tem numa primeira fase três trabalhadores e está em fase de contratação de uma pessoa para o suporte técnico e outra para a área financeira, o que elevará a cinco o número de trabalhadores no país.

A TP-Link apresentou hoje os seus novos routers Wi-Fi preparados para a norma Wi-Fi 802.11ac, o standard de próxima geração, novos modem/routers ADSL2+, novos adaptadores Wireless preparados para a mesma norma Wi-Fi e novos PowerLine para a extensão de cobertura Wi-Fi.

O director comercial em Portugal revelou que a TP-Link comercializa também uma família de produtos Wi-Fi móveis, para utilizar em viagem, actualmente com tecnologia 3G mas proximamente com tecnologia de quarta geração móvel LTE.

Paulo Barreira garantiu que a TP-Link apresenta produtos de qualidade que coloca no mercado com preços muito competitivos, 20 a 30% inferiores aos dos principais concorrentes.

Paulo Barreira, citando estimativas da consultora IDC, adianta que no terceiro trimestre do ano passado a TP-Link teve uma quota de 41,45% no mercado mundial de produtos WLAN, superior à soma dos seus três concorrentes mais directos.

Os responsáveis em Portugal da multinacional chinesa indicaram que o volume global de negócios em 2013 ascendeu a 1 833 milhões de dólares (1 347 milhões de euros), um acréscimo de 33%, do qual 781 milhões de dólares (574 milhões de euros) correspondentes a vendas fora da China.

Indicaram que a multinacional emprega cerca de 21 mil trabalhadores, 18 mil das quais na área fabril, produziu no ano passado 148 milhões de dispositivos que comercializou em mais de mais de uma centena de países, e tem escritórios em 33 Estados de todo o mundo.

Paulo Barreira indicou que a multinacional chinesa tem uma equipa de 1 100 engenheiros dedicada à investigação e desenvolvimento (I&D) e 210 engenheiros na área de testes.

Revelou que em Portugal, onde vende os seus produtos há quatro anos, a TP Link lidera na área de WLAN, tem apresentado um crescimento médio superior a 50% desde 2011, teve receitas de 4 milhões de euros no ano passado e prevê facturar mais de 5 milhões de euros em Portugal em 2014.

Citando dados da consultora GFK, Paulo Barreira disse que na área dos adaptadores e powerline a TP-Link teve no mercado português no primeiro trimestre uma quota de 58,0% em número de unidades e de 49,2% em valor e nos routers 32,3% em unidades e 27,7% em valor.

Ainda sem comentários