FCC admite definição mais estrita conceito banda larga

Publicado em 12/06/2014 00:14 em Internet

A Comissão Federal de Comunicações (FCC) dos Estados Unidos admite rever o conceito de banda larga, que actualmente inclui velocidades a partir de 4 megabits por segundo (Mbps) para um nível mais exigente, revelou o diário norte-americano Washington Post.

Num artigo assinado por Brian Fung, que cita uma fonte da Comissão, o jornal adianta que a FCC está a estudar a possibilidade de passar a considerar como banda larga apenas velocidades a partir de 10 Mbps ou mesmo 25 Mbps.

A FCC deverá em breve lançar uma consulta pública sobre se o conceito de banda larga deverá começar nos 10 Mbps ou 25 Mbps, adianta.

O jornal acrescenta que a nova definição deverá aumentar o número de famílias que não dispõem de banda larga, que em 2012 representava 6% da população segundo o conceito actual.

Fung salienta os 4 Mbps foram um valor razoável durante vários anos mas, com o aumento do «streaming» de vídeo e música, começa a justificar-se um aumento da largura de banda necessária e hoje os 4 Mbps dificilmente suportam o tráfego de dados que é comum em muitos lares.

Exemplifica que o «stream» de qualidade HD da Netflix exige uma largura de banda mínima de 5 Mbps.

O jornal indica que uma alteração do conceito de banda larga poderá também ter implicações importantes na regulação dos fornecedores de serviços Internet (ISP).

Ainda sem comentários