Quidgest apresenta novas funcionalidades do software Genio

Publicado em 12/03/2014 00:56 em Software

A tecnológica portuguesa Quidgest apresentou hoje no “7.º Seminário Tecnológico”, que decorreu no Instituto Superior Técnico (IST), novas funcionalidades para o seu software Genio, uma plataforma de geração automática de código.

João Paulo Carvalho, Sénior partner da companhia, disse ao Falar de Tecnologia que o Genio é independente das diferentes tecnologias e permite criar soluções para novas tecnologias e adaptar-se à evolução dessas tecnologias.

Indicou que as novas funcionalidades para o Genio se relacionam com a geração de aplicações para dispositivos móveis e para a nuvem.

João Paulo Carvalho assinalou que a mais interessante linha de investigação para o futuro se relaciona com interfaces dinâmicos, que são interfaces inteligentes que vão «aprendendo» e se vão adaptando à utilização que é feita.

Na sua apresentação no seminário, o «Chief Technology Officer» (CTO) da Quidgest, Rodrigo Serafim, apontou as sete principais áreas de investigação e desenvolvimento da companhia no futuro.

Citou o desenvolvimento da linguagem Genio, que em vez de necessitar de código nativo permite uma DSL (domain-specific language) para funções e comportamentos reactivos com plexos e que uma única implementação gere múltiplos destinos.

O Genio Cloud», fornece o software Genio como um serviço, pronto a ser imediatamente usado e disponível em qualquer lado e em qualquer momento, e a evolução para uma plataforma Web permitirá a utilização do software a partir de qualquer ambiente de desenvolvimento.

O «First Sight Model» permite analisar modelos antigos e extrair conhecimentos de alto nível, além de definir modelos de alto nível e, a partir deles, definir modelos de solução, acrescentou Rodrigo Serafim.

Outra inovação será o QSearch, que cria um motor de busca que aprende com o uso, ajuda o utilizador a organizar correctamente os documentos da organização e oferece ao utilizador uma pesquisa de acordo com as suas preferências, embora respeitando os seus limites de acesso.

Os «Interfaces guiados por processos» criarão um interface de utilizador onde a navegação é guiada pela actividade do utilizador e não por um menu estático de opções.

O CTO da Quidgest observou que o Genio é uma plataforma multi-tecnologia que permite programar numa linguagem única e adaptar as aplicações criadas para correrem em diferentes plataformas.

Indicou que o Genio corre num computador normal mas diferencia-se de outros programas de desenvolvimento por permitir criar modelos muito complexos e aplicações muito complexas.

A Quidgest, empresa de produção de software 100% portuguesa e criada em 1988, aponta como principais características do Genio diminuir drasticamente os prazos de entrega, permitir a participação activa dos clientes no desenvolvimento de soluções complexas, reproduzir melhorias em todas as soluções já desenvolvidas, a geração rápida de protótipos funcionais, a fácil adaptação dos sistemas a cada cliente e a redução de custos de manutenção.

Ainda sem comentários