Mulheres pouco presentes nas TIC

Publicado em 07/03/2014 01:11 em Geral

A Comissão Europeia (CE) afirma que as mulheres estão muito pouco presentes nas tecnologias da informação e comunicações (TIC) da União Europeia (UE), onde só menos de 30% dos trabalhadores são do sexo feminino.

A CE indica que só 9% dos desenvolvedores de aplicações são mulheres, e aquelas apenas representam 19% tanto entre os gestores de departamentos de TIC como de empresários desse sector.

O peso das mulheres licenciadas em áreas de tecnologia na UE é residual, não indo além de 3%, contra 10% para os homens, acrescenta.

Neelie Kroes, vice-presidente da CE com o pelouro digital, citada em comunicado, defendeu que as tecnologias são demasiado importantes para serem deixadas apenas para os homens e aconselha as mulheres a experimentarem a programação e verem como pode ser divertida.

Defendeu a existência de uma plataforma onde as mulheres possam contar as suas histórias de sucesso nas tecnologias para inspirarem as novas gerações.

A Comissão Europeia afirma quer se houvesse tantas mulheres como homens a trabalhar em tecnologias da informação, a economia da UE poderia ser 9 mil milhões de euros superior.

A CE indica que os empresários do sector das TIC afirmam ter dificuldade em encontrar trabalhadores e estima que possa vir a verificar-se em breve um défice de até 900 mil especialistas em tecnologias da informação e comunicações na União Europeia.

Ainda sem comentários