CE prevê 4,8 milhões empregos no desenvolvimento apps em 2018

Publicado em 25/02/2014 00:00 em Software

A Comissão Europeia (CE) prevê que o desenvolvimento de aplicações gere em 2018 um negócio de 63 mil milhões de euros na União Europeia (UE) e dê emprego a 4,8 milhões de pessoas.

O estudo apresentado pela Comissão Europeia sublinha que os desenvolvedores de aplicações da UE e da América do Norte geraram aproximadamente o mesmo volume de receitas, mas a vice-presidente da CE Neelie Kroes manifesta esperança em que a União Europeia possa liderar este segmento da economia digital dentro de cinco anos.

O estudo indica que actualmente o sector de desenvolvimento de aplicações tem cerca de 1 milhão de empregos na UE, a que acrescem 800 mil em marketing e suporte, que podem aumentar até 2018 para 2,7 milhões a trabalhar em desenvolvimento e 2,1 milhões em marketing e publicidade e suporte de aplicações.

Acrescenta que em 2013 a despesa dos utilizadores e a publicidade em aplicações na UE representaram 6,1 mil milhões de euros, 30% do total mundial.

O relatório adianta que os desenvolvedores de jogos lideram o mercado europeu e adianta que 28 empresas líderes da União Europeia criaram 40% das aplicações de topo na UE e nos Estados Unidos, precisando três das cinco maiores companhias são de países nórdicos.

Observa que os desenvolvedores de aplicações da Alemanha, França, Espanha e Reino Unido têm também obtido êxito fora dos seus mercados de origem.

Ainda sem comentários