Kaspersky identifica 315 mil ficheiros maliciosos por dia

Publicado em 21/01/2014 00:57 em Segurança Informática

A empresa russa de segurança informática Kaspersky anunciou que identifica 315 mil ficheiros maliciosos por dia e que durante o ano passado 42,6% dos computadores domésticos sofreram pelo menos um ataque, mais 6,9 pontos percentuais do que em 2012.

Acrescenta que no ano passado os produtos da marca detectaram quase 3 mil milhões de ataques maliciosos a computadores domésticos.

Em comunicado, a Kaspersky indica que em 2013 os cibercriminosos utilizaram 10 604 273 «hosts», um aumento homólogo de 60,5%.

Adianta que 45% dos ataques maliciosos interceptados por produtos de segurança Kaspersky eram oriundos dos Estados Unidos ou da Rússia.

A companhia sublinha que no ano passado se intensificaram os ataques informáticos contra dispositivos móveis. O sistema operativo Android foi o alvo de 98,05% desses ataques, observa.

A Kaspersky salienta que os ataques através dos navegadores Internet duplicaram em dois anos, excedendo os 1 700 milhões no ano passado.

A empresa russa de segurança informática prevê que as aplicações maliciosas vão continuar a crescer, com destaque para as que visam a plataforma Android, admitindo que em breve surja o primeiro verme informático para o sistema operativo do Google, o que permitirá ataques em massa.

Christian Funk, analista sénior da Kaspersky, salienta que a plataforma Android tem «todos os requisitos para atrair os cibercriminosos: é um sistema operativo muito utilizado e é fácil de operar tanto para os programadores como para os autores de malware».

Ainda sem comentários