Vendas de PC na EMEA caíram 6,4% no IV trimestre 2013

Vendas de PC na EMEA caíram 6,4% no IV trimestre 2013Publicado em 19/01/2014 01:25 em Equipamentos

As vendas de computadores na região EMEA – Europa, Médio Oriente e África caíram 6,4% no último trimestre de 2013, para menos de 25 milhões de unidades, revelou a consultora e analista de mercados IDC.

A IDC indica que as vendas de PC estão em queda há seis trimestres consecutivos na EMEA, mas o ritmo de redução abrandou na segunda metade de 2013.

Adianta que no conjunto do ano passado as vendas na região desceram 15,7%, para 88,3 milhões de máquinas.

As vendas de portáteis, que nos anos recentes vinham a ganhar peso no mercado, foram as mais afectadas em 2013, com uma redução de 19,0%, enquanto as de computadores de secretária caíram 9,6%.

A quadra natalícia não proporcionou a recuperação das vendas de computadores pessoais e a despesa dos consumidores continuou a concentrar-se em tablets, enquanto as vendas de portáteis baixavam 9% nos últimos três meses do ano passado, assinala Chrystelle Labesque, responsável da IDC pela área de consumo na EMEA.

Acrescenta que as empresas maximizaram os seus orçamentos antes do final do ano, permitindo uma quase estabilização no mercado de computadores de secretária, com ligeiro recuo de 1,7%. Na Europa Ocidental, registou-se, mesmo, um aumento de 2% nas vendas de desktops, mas o declínio de 8,3% nas vendas para o consumo conduziu a uma quebra de 3,5% nas vendas totais de PC na Europa Ocidental.

Pelo terceiro trimestre consecutivo, as vendas de computadores para o segmento empresarial excederam as destinadas ao consumo, com uma quadra natalícia desapontadora, observa a IDC.

A consultora adianta que na Europa Central e de Leste, Médio Oriente e África as vendas de PC baixaram 10% em 2013, devido à situação económica, mas espera alguma recuperação para 2014.

A HP manteve a liderança na região EMEA no quarto trimestre de 2013, com uma quota de 20,8% e vendas de quase 5,2 milhões de máquinas (menos 7,3% homólogos), a Lenovo aumentou a sua quota de mercado para 15,3%, com vendas de superiores a 3,82 milhões de unidades (mais 27,1%) e o grupo Acer ficou com um peso de 10,1% no mercado, com mais de 2,53 milhões de unidades (menos 7,6%).

A Dell continuou em quarto lugar e, apesar de uma redução de 3,9% das máquinas vendidas, para 2,376 milhões, aumentou a sua quota de mercado, para 9,5%, enquanto a ASUS consolidou a quinta posição, com um aumento de 1,9% das unidades vendidas (mais de 2,28 milhões) e um progresso da sua quota de mercado, para 9,1%.

Ainda sem comentários