2013 é já o ano com maior criação de malware de sempre

Publicado em 04/12/2013 00:27 em Segurança Informática

O ano em curso já é o de maior criação de software malicioso de sempre, até ao momento, garante a empresa produtora de software de segurança Panda.

Em comunicado, a multinacional espanhola de segurança informática afirma que o seu estudo, efectuado a nível mundial, indica que desde o início do ano já se verificou um número recorde de quase 10 milhões de novos exemplares de software malicioso, um número que bate o recorde estabelecido durante o conjunto do ano de 2012.

Os Cavalos de Tróia encabeçam a lista de novo malware surgido em 2013 e continuam a liderar no número de infecções geradas, acrescenta.

No último trimestre destaca-se o novo «ramsonware» CryptoLocker, que sequestra ficheiros existentes no computador e pede um resgate para os libertar.

A Panda assinala que o Android continua a ser a plataforma móvel mais vulnerável mas observa que no trimestre em curso se registaram também ataques contra o iOS, o sistema operativo da Apple para iPhones e iPads.

Em relação à ciberespionagem, a Panda considera que os Estados Unidos, com o programa de espionagem «PRISM», da NSA – National Security Agency, denunciado por Edward Snowden, roubaram o protagonismo à China.

«Tudo parece indicar que vamos continuar a conhecer mais detalhes de diferentes programas da NSA para espiar, de forma indiscriminada e com todo o tipo de técnicas ilegais, utilizadores, empresas e governos de todo o mundo», comenta Luis Corrons, director técnico do Panda Labs, citado no comunicado.

A Panda adianta que entre os países com maior índice de infecções no terceiro trimestre predominavam as nações da América Latina, mas a China continua a liderar, com um índice de quase 60%.

Seguem-se a Turquia (46,58%) e Perú (42,55%).

A Europa é a região do mundo com menor índice de infecções, com destaque para a Holanda, que fica abaixo dos 20%

Ainda sem comentários