Vendas de smartphones excederam 250 milhões no terceiro trimestre

Vendas de smartphones excederam 250 milhões no terceiro trimestrePublicado em 09/11/2013 17:37 em Indústria

As vendas mundiais de smartphones excederam no terceiro trimestre os 250 milhões de terminais, um crescimento homólogo de 44%, revelou a consultora e analista de mercados Canalys.

O relatório indica que os dispositivos com ecrãs de grandes dimensões, com 5 polegadas ou mais, venderam 56 milhões de unidades e representaram mais que um quinto (22%) das vendas de smartphones.

A companhia indica que dois terços (66%) dos smartphones com ecrãs grandes tinham ecrã de 5 polegadas, 31% entre 5 e 6 polegadas e apenas 3% tinham ecrãs de 6 polegadas ou maiores.

A Canalys prevê que o peso dos telemóveis com 6 ou mais polegadas deverá crescer no quarto trimestre com a chegada ao mercado de smartphones Nokia com grandes ecrãs, mas admite que este segmento não se desenvolverá rapidamente a menos que a Samsung aposte em terminais com ecrãs de maiores dimensões.

A Samsung manteve no terceiro trimestre a liderança do mercado de smartphones, com uma quota de 34%, enquanto a Apple mantém a segunda posição, com um peso de 15% das vendas mundiais. Seguem-se nos lugares cimeiros a Huawei, a Lenovo e a LG, indica a Canalys.

A consultora prevê que a região Ásia/Pacífico continue a liderar a procura de smartphones com ecrãs de grandes dimensões.

O analista Jingwen Wang, da Canalys, observa que a baixa taxa de penetração de computadores, a alta utilização de redes móveis e a fraca penetração das redes Wi-Fi nos países em desenvolvimento da Ásia/Pacífico limitam a adopção e a funcionalidade dos tabletes Wi-Fi.

Acrescenta que os consumidores desses países são sensíveis ao preço, o que levou fabricantes da região a produzirem smartphones com ecrãs de grandes dimensões a preços acessíveis, um fenómeno que ocorre menos noutras regiões.

A Canalys espera que em 2014 a maioria dos smartphones vendidos no mundo tenham ecrãs entre 4,1 polegadas e 5 polegadas, porque conciliam a portabilidade com a legibilidade.

No terceiro trimestre, as vendas da grande China (China, Formosa e Hong Kong) cresceram 64%, para quase 100 milhões de unidades, e representaram 39% do mercado, enquanto na América Latina as vendas de smartphones cresceram 59% mas não foi além dos 19 milhões de terminais.

Nicole Peng, directora da Canalys na China, salienta que a Samsung liderou em todas as regiões com excepção da América do Norte, onde o iPhone, da Apple, foi o número 1. Na região, os dois fabricantes representam em conjunto quase 70% do mercado.

Na América do Norte, a LG surge em terceiro e a Nokia saltou do oitavo para o quarto lugar, devido ao êxito dos seus smartphones Lumia com Windows Phone 8.

Mas na Grande China, a Samsung é seguida pelos fabricantes locais Lenovo, Yulong e Huawei, surgindo em quinto lugar a Apple, à frente da ZTE e Xaomi.

A Canalys indica que em segundo lugar nas vendas, depois da Grande China, surge a região EMEA (Europa, Médio Oriente e África), com vendas de 56 milhões de smartphones no terceiro trimestre e um crescimento homólogo de 22%. A Samsung lidera na EMEA, com quase metade do mercado, seguida pela Apple (13%), Sony, Nokia e LG.

Ainda sem comentários