Ataques à medida usam geolocalização nas redes sociais

Publicado em 28/10/2013 00:43 em Internet

A geolocalização ligada às redes sociais está a permitir aos cibercriminosos efectuar sofisticados ataques de engenharia social, alerta a firma de segurança informática de origem russa Kaspersky.

A companhia salienta que as redes sociais mais populares permitem aos seus utilizadores partilharem informação sobre onde estão e o que estão a fazer em cada momento, serviços que gozam de grande popularidade e são aproveitados pelos cibercriminosos para darem mais eficácia aos seus ataques.

Acrescenta que o facto de muitos utilizadores partilharem nas redes sociais muitos detalhes da sua vida, como informações sobre onde se encontram, quais os seus «hobbies» , onde trabalham ou onde comem permite aos piratas informáticos definirem perfis desses utilizadores e criarem ataques de «phishing» à medida ou conceberem ataques específicos para um grupo de pessoas.

A Kaspersky aconselha quem usa redes sociais a ter perfis privados que permitam escolher quem pode ter acesso aos dados dom utilizador, restringindo esse acesso a pessoas de confiança, a apenas aceitar como «amigos» pessoas que conhece e a não partilhar a localização onde se encontra.

.

Ainda sem comentários