Apple anuncia o novo iPad Air e um novo iPad mini

Publicado em 23/10/2013 01:39 em Equipamentos

A Apple anunciou terça-feira o seu novo iPad Air, mais fino e mais leve e com ecrã Retina de 9,7 polegadas, e um novo iPad Mini com ecrã Retina de 7,9 polegadas.

Os novos iPad vêm com o novo chip A7 de 64 bits produzido pela marca da maçã, com maior capacidade de processamento, mais eficiência energética, Wi-Fi mais rápido e tecnologia móvel de quarta geração LTE, indica a companhia, em comunicado.

O iPad Air é 20% mais fino e 28% mais leve do que a quarta geração do iPad, tem uma cercadura 43% mais estreita, tem um desempenho duplo do seu antecessor e uma autonomia de bateria até 10 horas.

A nova geração do iPad Mini tem um ecrã HD Retina 35% maior do que os tabletes de 7 polegadas.

O iPad Air estará disponível a partir de 1 de Novembro com preços entre 499 dólares (16 Gigabytes de armazenamento) e 799 dólares (128 GB) na versão só com Wi-Fi, e entre 629 dólares (16 GB) e 929 dólares (128 Gb) na versão com Wi-Fi e tecnologia móvel, revela a companhia.

O iPad Mini estará disponível mais tarde, ainda em Novembro, e vem para as mesmas capacidades de armazenamento com preços entre 399 e 699 dólares para a versão só Wi-Fi e entre 529 e 829 dólares para as versões com tecnologia móvel, indica a Apple.

A Apple apresentou também o novo portátil MacBook Pro, com ecrã Retina, com a última geração de processadores Intel («dual-core» i5 ou «quad-core» i7), bateria de longa duração e memória flash até 60% mais rápida, com preços a partir de 1299 dólares e disponíveis desde terça-feira.

Os novos portáteis vêm com sistema operativo OS X Mavericks, que está já disponível para download na Apple Store, gratuitamente para quem tem os sistemas operativos Snow Leopard, Lion ou Mountain Lion, e inclui um conjunto de novas funcionalidades.

A Apple apresentou, ainda, as novas aplicações de produtividade iWorks para OS X e iOS7 e um conjunto de aplicações de criatividade completamente redesenhadas, actualizadas para 64 bits e com integração com a «iCloud».

Ainda sem comentários