Negócio da Oracle em Portugal estável

Publicado em 10/10/2013 00:31 em Geral

O negócio da Oracle em Portugal evoluiu de acordo com as expectativas, manteve se estável no ano fiscal passado (terminado em Maio de 2013) e deverá ficar aproximadamente constante no exercício fiscal em curso, revelou hoje o director-geral da Oracle, Vítor Rodrigues.

Em encontro com a imprensa, Vítor Rodrigues indicou que houve há três anos um reajustamento do negócio de grandes clientes, com redução do peso dos organismos públicos e aumento do sector privado, e o negócio tem decorrido de acordo com as expectativas.

Precisou que 80% do negócio Oracle em Portugal está concentrado nas maiores empresas e nos grandes organismos públicos.

Os responsáveis da Oracle observaram que com a crise económica há um maior pragmatismo no mercado, com os clientes a ponderarem os investimentos e a realizarem os necessários, sublinhando que as grandes empresas continuam a investir na melhoria da eficiência.

Assinalaram que a adopção da «cloud» pública em Portugal tem sido lenta mas a «cloud» privada teve uma evolução mais favorável.

Vítor Rodrigues assinalou que a Oracle emprega 170 pessoas em Portugal e não efectuou despedimentos nem prevê fazê-lo.

A perspectiva é de aumento do número de trabalhadores, precisou.

Os responsáveis da filial portuguesa indicaram que há um reconhecimento da Oracle Portugal na área de MySQL, onde o número de pessoas integradas em grupos internacionais de competências Oracle cresceu de duas para 15 em dois anos, e na área do retalho.

Ainda sem comentários