Android reforça domínio nos cinco maiores mercados da UE

Android reforça domínio nos cinco maiores mercados da UEPublicado em 02/10/2013 00:56 em Indústria

O sistema operativo Android reforçou a sua quota de vendas de smartphones nos cinco maiores mercados da União Europeia (UE), mas o Windows Phone, da Microsoft, foi a plataforma com maior crescimento, segundo o Kantar Worldpanel ComTech.

O estudo revela que nos três meses terminados no final de Agosto o sistema operativo Android representava 70,1% das vendas de smartphones nos cinco mercados (Alemanha, Espanha, França, Itália e Reino Unido), que compara com 68,8% um ano antes.

Em Espanha, a plataforma Android esmagou, representando 90,8% das vendas de smartphones de Junho a Agosto de 2013, indica o Kantar Worldpanel.

A quota do iOS, a plataforma dos iPhone (Apple), cresceu para 16,1% no período em análise, mais 2 pontos percentuais do que um ano antes, e atingiu este ano um peso de 27,5% na Grã-Bretanha.

O Windows Phone quase duplicou a sua quota no mercado de smartphones, atingindo 9,2% nos três meses concluídos em Agosto, e registou quotas a dois dígitos no Reino Unido (12,0%) e em França (10,8%), o que acontece pela primeira vez em grandes mercados da Europa Ocidental, revela o Kantar.

A plataforma BlackBerry foi a grande perdedora, com a sua quota nas vendas de smartphones a baixar num ano de 5,8% para os 2,4% registados nos três meses terminados em Agosto, revela o relatório.

Nos Estados Unidos, o Android perdeu peso, para 55,1% nos três meses até Agosto passado, contra 60,7% um ano antes, enquanto a quota do iOS nas vendas de smartphones cresceu 5,4 pontos, para 39,3%.

Na China, o Android representou no trimestre Junho/Agosto do ano em curso 72,4% das vendas de smartphones e os iPhones 20,8%, enquanto no Japão as duas plataformas têm pesos muito próximos, com o Android a pesar 48,6% nas vendas e o iOS 47,4%.

Dominic Sunnebo, director da Kantar Worldpanel, defende que depois de anos a ganhar quota de mercado, a plataforma Android atingiu um ponto em que um crescimento significativo nos mercados maduros se torna muito difícil de atingir.

Acrescenta que o grande crescimento do Android se deve em grande medida ao êxito da Samsung mas a quota de mercado do fabricante sul-coreano nas maiores economias da UE tenderá a reduzir-se com o aumento da concorrência da Sony, Nokia e LG.

Sunnebo observa que o crescimento de vendas de smartphones Nokia na Europa se deve principalmente aos segmentos baixo e médio, nomeadamente dos Lumia 520 e Lumia 620.

Ainda sem comentários