Kaspersky apresenta versão 2014 do seu software de segurança

Publicado em 20/09/2013 05:56 em Segurança Informática

A empresa produtora de software de segurança Kaspersky apresentou quinta-feira em Madrid as versões 2014 do seu software de segurança com novas funcionalidades, de que se destaca a tecnologia de blindagem ZETA Shield, que proporciona protecção face a códigos maliciosos ocultos.

A ZETA Shield, utilizada pela primeira vez em produtos de consumo da Kaspersky Lab, está disponível para PC com Windows.

A Kaspersky sublinha que a instalação e activação do Kaspersky Internet Security Multi dispositivo é simples, com um único código de activação universal e os utilizadores podem optar entre licenças para 3, 4, 5 e 10 dispositivos (PC, Mac, smartphones ou tablets Android). A licença para 10 dispositivos está disponível apenas para pequenas empresas.

A companhia de origem russa apresentou o Internet Security Multi-dispositivo 2014, que permite proteger PC com Windows, Mac e smartphones e tablets com sistema operativo Android, o Internet Security 2014, ambos disponíveis em Portugal com um preço de 59,95 euros (três licenças), e Anti-vírus 2014, por 39,95 euros com três licenças. A renovaçao online dos Internet Security custa 44,95 euros.

Na versão para computadores com Windows do Internet Security, destaque também para a nova tecnologia anti-bloqueio para eliminar o Ransomware (malware que bloqueia o computador e pede um resgate para alegadamente devolver o controlo dos dados ao legítimo utilizador, o que não acontece) e para o novo modo de Aplicações de Confiança, que bloqueia automaticamente os programas que não estão identificados como seguros, protegendo os utilizadores da instalação de malware.

O Internet Security introduz melhorias na tecnologia de Prevenção Automática de Exploits, que protege os utilizadores do malware que explora as vulnerabilidades descobertas nos programas mais utilizados, incluindo Java, e no controlo parental,para poder limitar o tempo despendido online, controlar o que as crianças fazem, e prevenir de forma automática que os menores partilhem informação privada, como números de cartões de crédito, números de telefone ou morada de casa, nas redes sociais.

Mantém os mecanismos de protecçao para acessos à banca Internet ou compras online.

Para Mac, inclui protecção completa contra todas as ameaças de malware, incluindo o malware dirigido a PC que se pode armazenar nos computadores Mac e inadvertidamente espalhar-se por outros PC, protecçao de dados em tempo real da KSN, assegurando a protecção aos utilizadores contra o phishing, a funcionalidade de controlo parental avançado.

Tem, também, um teclado virtual, que protege contra keyloggers (software malicioso que permite que os piratas informáticos recebam informaçao das teclas premidas) quando é introduzida informação pessoal online.

Para dispositivos móveis Android, o Kaspersky Internet Multi-dispositivo protege em tempo real contra o malware móvel, incluindo a exploração automática dos programas descarregados para impedir que aplicações não autorizadas passem por legítimas e filtra chamadas e mensagens de texto para bloquear o spam e as chamadas não desejadas.

Assegura a protecção da navegação web para assegurar que os utilizadores não clicam nos sites maliciosos ou links de phishing criados para roubar informação pessoal e permite aos utilizadores localizar os dispositivos perdidos com GPS e alarme anti-roubo.

Os utilizadores também podem bloquear de forma remota os dispositivos, apagar dados, e activar a câmara do dispositivo para tirar fotografias automaticamente da pessoa que tem o dispositivo em seu poder.

Responsáveis da Kaspersky disseram ao Falar de Tecnologia que a companhia tem no seu «road map» a produção de software de segurança para Windows Phone e que está em conversações com a Microsoft para a multinacional autorizar a produção de software de segurança para aquele sistema operativo móvel.

Alfonso Ramirez, director da área de consumo para a península ibérica, recordou que a Kasperski chegou há cinco anos a Espanha com sete pessoas e hoje emprega 46 pessoas na península ibérica, está presente directamente em Portugal e lidera o mercado em Espanha.

Pedro Villacanas, director técnico da Kaspersky para a Península Ibérica, salientou que a utilizaçao Internet de dispositivos móveis ocorre sobretudo para acesso às redes sociais e para transacçoes bancárias, sublinhando que a instalaçao do Kaspersky Internet Security multi-dispositivos permite uma utilizaçao mais segura daqueles equipamentos.

Ainda sem comentários