Wi-Fi de operadores deve atingir 15 milhões «hotspot» em 2018

Publicado em 16/09/2013 01:55 em Geral

A base instalada de pontos de acesso («hotspots») Wi-Fi deverá atingir os 15 milhões em 2018, mais do dobro dos cerca de 7 milhões que existiam no fim do ano passado, prevê a consultora e analista Berg Insight.

A Berg afirma que isto significa um crescimento médio anual acumulado de 13,5%, com o uso de espectro de Wi-Fi não licenciado a ser uma solução cada vez mais atractiva para os operadores móveis.

A consultora destaca que praticamente todos os novos smartphones vêm com conectividade Wi-Fi como standard e a maioria dos seus utilizadores já utilizam Wi-Fi em casa e no trabalho.

A Berg antecipa que o número de smartphones com Wi-Fi cresça dos 1 500 milhões existentes no fim de 2002 para mais de 4 mil milhões em 2018.

Aquela consultora salienta que as reticências dos operadores móveis em relação ao Wi-Fi foram ultrapassadas rapidamente devido ao crescimento acelerado do tráfego de dados, que implica investimentos para aumentar significativamente a capacidade das redes.

Acrescenta que muitos operadores de rede fixa que dispõem de uma infra estrutura Wi-Fi há vários anos que oferecem acessos Wi-Fi para computadores e começaram a incluir esse acesso para os subscritores de serviços móveis.

A Berg indica que a indústria está actualmente a trabalhar na próxima geração de integração transparente de Wi-Fi para que os dispositivos móveis se liguem automaticamente às redes a que têm acesso e se autentiquem como utilizadores autorizados.

Ainda sem comentários