Compradores de apps móveis têm preocupações com compra

Publicado em 22/08/2013 00:47 em Software

Mais de três quartos (77%) dos compradores de aplicações móveis manifestam preocupações com a compra dessas aplicações, segundo um estudo realizado nos Estados Unidos pela Harris Interactive.

O estudo revela que as principais razões de queixa dos consumidores norte americanos que já compraram aplicações móveis são os «bugs» (58%), os «crashes» (quebras de funcionamento), para 57%, o desempenho (48%), a velocidade (32%) e aplicações que não respondem ao toque (30%).

O estudo, realizado em Julho de 2013 nos Estados Unidos, inquiriu 1 130 consumidores adultos (mais de 18 anos) e 1 309 especialistas em tecnologias e desenvolvedores de aplicações.

Mais de metade (51%) dos programadores que desenvolvem aplicações móveis afirmam que a falta de tempo para testes às aplicações é a principal razão para os «bugs» e «crashes» das aplicações.

Destacam, também, o custo dos testes (51%), a dificuldade de aprender a usar software de teste (33%) e a falta de competências de teste nas suas companhias (20%).

A SOASTA, fornecedora de soluções de teste, que encomendou as sondagens, destaca que o estudo revela que os consumidores querem comprar aplicações móveis de maior qualidade e os programadores que as desenvolvem visam produzir software a baixo custo, eficiente e fácil de utilizar.

Ainda sem comentários