Moto X, smartphone concebido para ser comandado por voz

Moto X, smartphone concebido para ser comandado por vozPublicado em 03/08/2013 02:09 em Equipamentos

A Motorola Mobility, fabricante de equipamentos móveis que pertence ao grupo Google, anunciou sexta-feira o «Moto X», um smartphone concebido de raiz para ser comandado por voz.

Em comunicado, a Motorola Mobility sublinha que cada Moto X vendido nos Estados Unidos será fabricado nos EUA.

A Motorola sublinha que o Moto X responde à voz do utilizador sem ser necessário tocar no ecrã e permite saber a informação meteorológica, obter endereços ou desempenhar outras tarefas sem mexer um dedo, apenas com comandos de voz.

A companhia afirma que o Moto X é desenhado pelo utilizador, o qual decide a cor do terminal e diversos detalhes, como características da frente e parte de trás, memória, «wallpapers», entre outros, com mais de 2 mil combinações possíveis, e a Motorola produz o telefone personalizado nos Estados Unidos e faz a entrega gratuita no prazo máximo de quatro dias.

Acrescenta que se o comprador não ficar satisfeito com o telemóvel que concebeu, o dispositivo será redesenhado e devolvido ao utilizador no prazo de duas semanas.

O Moto X vem com sistema operativo Android, do Google, e um ecrã de 4,7 polegadas, bateria de longa duração e diversas funcionalidades, incluindo ao nível da visualização do ecrã e da fotografia.

A Motorola revela que o Moto X vai estar disponível no fim de Agosto/princípio de Setembro nos Estados Unidos, Canadá e América Latina e nalguns operadores custará 199 dólares com dois anos de fidelização.

A Motorola Mobility saiu recentemente da quase totalidade dos países europeus, incluindo de Portugal, mantendo-se no Reino Unido.

Ainda sem comentários