Um quarto dos novos «worms» transmitem-se por dispositivos USB

Publicado em 27/08/2010 01:18 em Segurança Informática

Um quarto dos novos «worms» (vermes informáticos) que surgiram em 2010 foram desenvolvidos para se poderem disseminar usando dispositivos USB, segundo um estudo da companhia espanhola de segurança informática Panda.

Os «worms» são ficheiros maliciosos que se copiam de forma automática para outros computadores. Uma vez no computador, o «worm» toma conta da área que permite enviar ficheiros e informações e envia cópias de si próprio, iguais ou modificadas, para todos os endereços Internet ou intranet existentes. Mas pode também auto-copiar-se para dispositivos que sejam ligados a um computador infectado.

Os ataques de «worms» podem lentificar os computadores e entupir as redes e criar grandes períodos de espera para abrir páginas Internet.

O estudo da Panda Security, que parte de dados de 10.470 empresas de 20 países da Europa, América do Norte e América Latina, indica que 48% das pequenas e médias empresas (PME) em todo o mundo são infectadas com software malicioso, sendo 27% das infecções causadas por «worms».

A Panda alerta que muito software malicioso está a ser criado para se difundir através do número crescente de dispositivos USB existentes no mercado (câmaras digitais, telemóveis, discos externos, leitores de MP3 ou MP4, «pen») e, embora ainda não atinja a proporção do «malware» que circula por correio electrónico, estão a ganhar uma importância crescente.

A multinacional espanhola explica que o Windows utiliza o ficheiro autorun.inf, presente na raiz dos dispositivos USB, para saber que acção desencadear quando são ligados a um computador.

Parte dos novos «worms» e outros vírus estão preparados para modificarem o ficheiro autorun.inf para executar automaticamente o malware sempre que uma unidade USB é ligada a um computador, acrescenta.

A companhia indica que desenvolveu a vacina USB Panda, uma ferramenta que está disponbível para download gratuito pelos seus clientes e que pode neutralizar esta ameaça.

A vacina está disponível em

www.pandasecurity.com/portugal/homeusers/downloads/usbvaccine/

Ainda sem comentários