Vodafone Portugal pronuncia-se sobre fusão ZON/Optimus

Publicado em 12/07/2013 00:48 em Operadores / Serviços

A Vodafone Portugal anunciou que defende a necessidade de serem fixadas obrigações de monitorização de todos os contratos relativos ao mercado de contéudos, perante o reforço de posição da entidade que resulta da fusão ZON/Optimus.

Em comunicado divulgado quinta-feira, a Vodafone Portugal destaca que essa monitorização deve incidir particularmente nos conteúdos premium desportivos e cinematográficos, para «assegurar, de imediato, condições de maior concorrência em todos os mercados relevantes de conteúdos».

Na resposta à Autoridade de concorrência sobre os compromissos relativos à operação de concentração propostos pelas duas empresas em processo de fusão, a Vodafone Portugal reconhece que «alguns dos remédios apresentados visam salvaguardar a sã concorrência e o bom funcionamento do sector das telecomunicações».

Destaca, contudo, que os compromissos propostos «não reflectem qualquer preocupação relativamente ao impacto que esta operação de concentração pode provocar noutros mercados, em particular na área de conteúdos».

Ainda sem comentários